Paulopes

Religião, ateísmo, teoria da evolução e astronomia

sábado, 4 de agosto de 2012

Pastor quer que alvará de templos tenha 'tratamento diferenciado'

pastor Samuel Ferreira
Ferreira espera que Chalita, caso se eleja
 prefeito de SP, facilite abertura de igrejas 
O pastor Samuel Ferreira (foto), presidente da Convenção Nacional das Assembleias de Deus – Ministério de Madureira pediu a Gabriel Chalita (PMDB), caso se eleja prefeito de São Paulo, “tratamento diferenciado” na emissão de alvarás de funcionamento de templos.

A informação é da Folha de S.Paulo ao noticiar que a denominação religiosa passou a apoiar formalmente a candidatura de Chalita. Não há informação sobre o tipo de “tratamento diferenciado” Ferreira quer e nem qual teria sido a resposta do candidato.

Chalita tem vínculo com a Renovação Carismática, que é uma iniciativa da Igreja Católica cujo propósito inicial era deter o crescimento do rebanho dos evangélicos. Ferreira afirmou não se importar com a ligação de Chalita com a Renovação. “O que é bom para mim é bom para a Igreja Católica.”

O apoio do Ministério de Madureira a Chalita pegou de surpresa o candidato tucano José Serra, que vinha cortejando o grupo evangélico havia meses. Ele já conta com a adesão da Convenção Geral da Assembleia de Deus, que divide com Ministério de Madureira a liderança dos templos da denominação.

O apoio a Chalita foi negociado entre o vice-presidente da República, o líder peemedebista Michael Temer, e o pastor e deputado federal Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

Uma pesquisa do Datafolha revelou que pelo menos 31% dos participantes da Marcha para Jesus deste ano em São Paulo vão votar no candidato indicado pela sua igreja.

Na pesquisa mais recente do Ibope sobre intenção de votos, Chalita estava com último lugar, com 5% e empatado com Paulinho (PDT). Com 25%, Celso Russomanno, candidato do PRB, partido da Igreja Universal, estava tecnicamente empatado em primeiro lugar com José Serra (26%).

Com informação da Folha de S.Paulo.

No Rio, igrejas funcionam como comitês de campanha política.
julho de 2012

Religião na política.   Barulho de culto.

Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...