Ateus vão pedir ao MPE medidas contra lei do pai-nosso no Paraná

com atualização

Estado laico vale para
todos, diz Sottomaior
A Atea (Associação Brasileira de Ateus e Agnósticos) vai enviar uma representação ao MPE (Ministério Público Estadual) do Paraná para que tome providências no sentido de invalidar a imposição do pai-nosso nas escolas publicas e privadas de Apucarana, cidade com cerca de 120 mil habitantes que fica ao norte do Estado.

Daniel Sottomaior (foto), presidente de associação, disse que a lei que impõe a oração nessa cidade é inconstitucional porque viola a liberdade de consciência e crença. "As regras do Estado laico têm de ser para todos, e não para a maioria", disse.

Sottomaior afirmou que no caso de Ilhéus (BA) a atuação do Ministério Público, a pedido da Atea, conseguiu suspender a lei que tinha sido aprovada para as escolas públicas.

"Se nada for feito em Apucarana, vamos pensar em um plano B", disse.

Na segunda-feira (25), a Câmara Municipal aprovou por unanimidade em primeira votação o projeto de lei do vereador evangélico José Airton Araújo (PR), o Deco, que institui a obrigatoriedade da oração no sistema educacional.

O vereador acredita que, com o pai-nosso, haverá redução da violência nas escolas. “Hoje a gente vê alunos respondendo e, em alguns casos, até ameaçando professores e os colegas de classe”, disse. “Acho o projeto muito importante para o município."

Para entrar em vigor, o projeto de lei tem de ser aprovado em segunda discussão e em seguida sancionado pelo prefeito João Carlos de Oliveira (PMDB).

A Atea está pedindo aos visitantes de sua página no Facebook que protestem contra a lei do pai-nosso enviado e-mails ou telefonando para vereadores ou para o Ministério Público do Paraná.

Lei impõe pai-nosso nas escolas públicas e privadas de Apucarana.

Comentários

  1. É bom quando a ATEA realiza esse tipo de trabalho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse site é muito massa!

      Excluir
    2. Nooooooopsaaaaa !!!...Que chique hêin !!!...
      "Nóis é ateu né benhê ?!!!"...."Aparecêmo na foto" !!
      Esses assuntinhos só servem para uns e outros aparecerem...
      Não entendem nem meio porcento do que Stephen Hawking diz.....(eu também não)...
      "Acreditam" que não existe Deus....Estão no mesmo âmbito.....o da FÉ !!!!.....

      Excluir
  2. Religião não diminui a violência! só aumenta. os bandidos vão fazer o que bem entendem porque acham que vão ser perdoados de qualquer jeito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Senhor Allan,só em sua cabeçinha unilateral e boba é que a religião comtribui para o aumento da violência,veja bem se por ventura voçê se der ao bom senso tu verás que tanto religiosos como ateus cometem atrocidades vamos comparar Stalin com os massacres das religões tanto católica apostólica romana quanto o protestantismo racionalista desagregador evagélico.Larga de bobagem Homem.

      Excluir
    2. "Voçê"... só podia ser crente.

      Excluir
  3. "O vereador acredita que, com o pai-nosso, haverá redução da violência nas escolas."

    Isto é religião, uma ferramenta de controle social.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No Facebook, a Atea pede o seguinte:

      PROTESTEM contra a obrigatoriedade do
      "Pai Nosso" em Apucarana!

      Escrevam, liguem, reclamem, protestem e divulguem para familiares, amigos e colegas de trabalho que também discordam desse absurdo inconstitucional!

      A sua participação é EXTREMAMENTE IMPORTANTE!

      Abaixo os contatos:

      Presidente da Mesa Diretora da Câmara Municipal
      de Apucarana
      Vereador Alcides Ramos Jr
      Telefone: (043) 34207003 E-mail: alcides@cma.pr.gov.br

      Vice-presidente
      Valdir Frias E-mail: valdir@cma.pr.gov.br

      Secretario 1 - José Airton de Araújo Deco
      Telefone: (043) 34207036 Fax: (043) 34207000
      E-mail: deco@cma.pr.gov.br

      Secretario 2 - Sebastião Ferrera Martins Junior
      Telefone: (043) 34207044 Fax: 34207000
      E-mail: junior@cma.pr.gov.br

      Denúncias para o Ministério Público do Paraná:
      http://www.falecomoouvidor.mp.pr.gov.br/ouvmp/orgaos/123/fale_ouvidor.php

      Prefeitura de Apucarana:
      Fone: (43) 3422-4000
      Denúncias: 0800-643-1161
      imprensa@apucarana.pr.gov.br

      Excluir
  4. Agora eu vou poder atirar na sua cara em nome de Jesus. Vou estuprar a sua mae inspirado em pilatus ... e se a irma engravidar eh culpa do espirito santo ou do BOTO .. estao kerendo alienar o povo para roubar CADA VEZ MAIS ¬¬ bando de fdp ¬¬

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara, sua resposta foi séria, mas morri de rir com o boto! kkkk

      A questão básica é: um sistema de educação eficiente reduz muitos problemas, como a criminalidade, o desrespeito, a corrupção e absurdos como esse que ferem a Constituição sendo aprovados.

      Excluir
    2. Um ensino eficiente reduz a violência sim, mas o que tem a ver ensino religioso nisso a historia nos mostra muitas guerras e mortes causadas pela região, não é atoa que a idade média e denominada a idade das trevas...

      Excluir
    3. Senhor Roh, de que mundo voçê vem meu caro boboca.Não translitere sobre quetões sérias,o fato de o vereador em questão propor uma oração como paramétro moral não significa que todos serão perdoados,isso é melindre e bobagem de sua cabeçinha oca,ah! no tocante ao boto que é isso ?

      Excluir
  5. O que mais existe é traficante e ladrões que acreditam em Deus, que pede pra protege-los e nem por e ainda dizem que um pai nosso irá reduzir a violência, só se for na mente atrofiada desses políticos.

    ResponderExcluir
  6. O que voces e suas famílias tem colhido sem os ensinos de Jesus e da Bíblia, pensem bém. Sejam coerentes pelo menos uma vez na vida. Jesus não perdoa praticantes do pecado. Só perdoa que os abandona.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quanta besteira, cheio de evangelico nas cadeias por ai, vai ser preconceituoso assim la na casa do cassete! acha que é melhor que todo mundo só porque acredita nestas asneiras! palhaço.

      Excluir
    2. eu acho que ele não tomou o gardenal e nem o remédio para esquizofremia

      Excluir
    3. Putz, lá vem esse cara pregar de novo?
      E eu achando que ele tinha sido arrebatado.

      Excluir
    4. Por que Jesus não aparece pra falar com todo mundo?

      Excluir
    5. jesus perdeu. Voltou porque psicopatia não tem cura.

      Excluir
    6. Não só jesus. Abraão também era psicótico. Fiquei sabendo que ele uma vez quase matou o filho por causa de umas vozes que andava ouvindo...

      Recentemente aconteceu coisa parecida aqui no Nordete. Acho que foi em Pernambuco...

      Excluir
    7. Por que Jesus não aparece pra falar com todo mundo?

      Por que ele não sabe responder pergunta. Quando uma pergunta é feita, ele pensa que é afirmação.

      Excluir
    8. Ele voltou, e exalando preconceito como sempre.

      Excluir
    9. Flhote de Abraão

      Então a pessoa pode matar, roubar, sequestrar, traficar drogas e armas, torturar, estuprar, cometer estelionato e td qto é crime basta se arrepender e ela consegue o perdão divino e um lugarzinho no paraíso?

      Agora eu - que nunca fiz nada disso - vou para o inferno só pq não acredito no seu deus? Ah vá...

      Excluir
    10. Se Deus mandar o diabo pro céu e os cristãos para inferno, os cristãos ainda podem dizem que Deus está certo.

      Excluir
    11. Oh! filhote enjeitado de abraão,me parece que voçê tem um cerébro meio alienado tipico dos evagélicos.

      Excluir
  7. esse tal de jesus é menos real que o pica pau

    ResponderExcluir
  8. O vereador acredita que, com o pai-nosso, haverá redução da violência nas escolas. “Hoje a gente vê alunos respondendo e, em alguns casos, até ameaçando professores e os colegas de classe”, disse. “

    Pois é, vereador. E como você justifica a quantidade de gente que os cristãos perseguem? Gente que é hostilizada, humilhada, perseguida e até mesmo agredida fisicamente e morta? Em nome simplesmente de pensar ou agir diferente da doutrina cristã?

    Hoje vemos na mídia e na política o fundamentalismo religioso tornando a vida de milhões de pessoas um martírio só porque são diferentes.

    Eu acho que isso, além de ferir a Constituição, fere o respeito ao próximo. E ajuda a consolidar um pensamento de ódio, de agressão que o cristianismo midiático prega.

    Eu quero é cultura da paz e não proselitismo religioso de quinta categoria.

    ResponderExcluir
  9. A lei é inconstitucional eu nem sei mesmo pra que serve uma oab que vê essas coisas e não fazem nada.

    ResponderExcluir
  10. é só não obedecer essa lei até poq ,ela já nasce sem valor jurídico quem determina o que pode e não pode nas escolas sejam elas públicas ou privadas ,é o mec ou seja , um orgão federal.

    ResponderExcluir
  11. A quem possa interessar? Todos!

    Já não bastasse os questionamentos sobre a constitucionalidade da Lei do Pai Nosso (Lei n. 3.589) – criada pelo devoluto vereador Gurita Alzimário Belmonte do Partido Progressista, que impõe obrigatoriedade em rezar o Pai Nosso nas escolas públicas do município de Ilhéus, na Bahia – e os ávidos protestos ao projeto de resolução na Assembleia Legislativa de Goiás – cuja autoria é do deputado Daniel Messac do PSDP, evangélico e testemunha escolhida por Wladmir Garcez nas audiências da CPI que julgam Cachoeira (não obstante, o deputado merece ser lembrado pela sua ínfima contribuição à sociedade com seu Projeto de Lei n. 2.562/11, que isenta igrejas e templos religiosos de Goiás da cobrança de ICMS nas contas de serviços públicos de água, luz, gás e telefone) – agora um município paranaense faz benchmarking às avessas, ou seria mimetismo de uma certa bancada?

    Não é a obrigatoriedade de rezar o Pai Nosso que preocupa, pois isso não se impõe – mesmo se fosse possível – mas a aleivosia à constituição pelo qual os onze vereadores da Câmara Municipal de Apucarana ratificaram unanimemente! Se os mesmos descompreendem a função pela qual seus eleitores lhe concederam através do voto democrático, lá não deveriam estar e somente a renúncia dos onze renovará a credibilidade dos apucaranenses.

    Portanto, corolário a conclusão do vereador Gurita – que ao ser perguntado pelo repórter Igor Paulin se a lei do Pai Nosso imporia mesmo obrigatoriedade, a sua excelência respondeu: “se não quiser (orar) fica calada” – vimos por meio desde exigir reciprocidade: se não quiser repercussão, não a torne lei!

    Mateus Henrique Rocha

    ResponderExcluir
  12. Nousss que foto tosca essa ai do cara, parece propaganda de isotonico kkkkkkkkkkkkkkkkkk........

    ResponderExcluir
  13. Olha, não sei dizer quantas matérias desse tipo já li por aqui. Não bastaria apenas uma decisão na justiça punindo esse tipo de afronta à nossa Constituição Federal, para que se crie jurisprudência e automaticamente extendê-la aos demais casos?

    E sobre os outros casos absurdos de imposição religiosa em estabelecimentos públicos, nada foi feito?

    É duro, heim?

    ResponderExcluir
  14. Bom, fiz minha parte: entrei no site do MPE do Paraná e fiz uma denúncia. Também enviei cópia do texto para todos os emails que a ATEA informou. Se todos mostrarem sua indignação, mais chances temos de evitar essa e outras leis inconstitucionais.

    ResponderExcluir
  15. _Que vergonha!!! _Bando de medíocres e desocupados! _Por que se preocupam tanto? _Essa fala de ferir ou não o estado laico, é "conversa pra boi dormir e babar".
    _Gente que vive dando desculpas e se firmando em algo que lhes seja conveniente..., hilário!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hã ?? Vamos sacrificar umas galinhas pra exú antes das aulas ou evocar alguns mortos , mais religião dos outros não pode né, hipócrita.

      Excluir
    2. "_Gente que vive dando desculpas e se firmando em algo que lhes seja conveniente..., hilário!"

      Vergonha devia ter você, vergonha nessa CARA DE PAU. Sua hipócrita esquizofrênica.

      Excluir
    3. _Essa fala de ferir ou não o estado laico, é "conversa pra boi dormir e babar".

      Mas como é que uma pessoa que tem o título de pedagoga diz uma merda dessas? Se você não tem uma constituição em casa, compre uma e leia!

      Excluir
    4. _Vergonha do quê?
      _De te falar a verdade acerca de Jesus?
      _De dar a minha cara a tapa para pessoas como você?
      _De ser autêntica e escrever exatamente o que penso, sem me preocupar com pessoas intransigentes?
      _De não usar nenhum tipo de máscara para conseguir simpatia de alguém?
      _É de tais coisas que devo ter vergonha?
      _Tenho certeza que em todas as vezes que escrevi, jamais desci o nível das palavras; o máximo que escrevi foi acerca de tolices e asneiras.
      _Não julgue os outros por você!
      _Quer queira, quer não, vou continuar escrevendo e não é você nem ninguém, que vai ter o gostinho de me parar.

      Excluir
    5. "ser autêntica e escrever exatamente o que penso"

      HAUAHAUAHAUAHAUAHAUA...

      Excluir
    6. Devia ter vergonha de papagaiar nesse blog exibindo uma hipocrisia e arrogância tão grandes que chega a revirar o estômago, mas já duvido que seja simplesmente desonestidade intelectual. E não são só um ou dois que concordam comigo. Seu caso já é de internação, procure ajuda, psicopata.

      Excluir
    7. Filha, Jesus só seria importante se-e somente se- ele fosse servido como uma cesta básica e não como uma bolacha.

      Excluir
    8. Lagartixa

      A gente mora num país laico, vc goste ou não.

      Excluir
    9. Vamos sacrificar umas galinhas, fazer uns rituais, a sua religião devemos respeitar e seguir, e as dos outros não né? :D

      Excluir
  16. você tomou seu gardenal minha querida réptil

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ela não é um réptil. É um anfíbio caudado... e não, ela não deve ter tomado o gardenal dela.

      Excluir
  17. Acho que não há nenhum problema de orar o pai nosso nas escolas, o que está de errado na Lei é a obrigatoriedade, considerando que nosso ordenamento jurídico maior, não estabelece nenhuma religião, e diz que o Estado é laico. Por outro vértice, entendo que não há necessidade de ficar usando de palavras grosseiras e de baixo calão para a pessoa do vereador, principalmente para Jesus, considerando o direito de todos crerem no que quiser, e serem respeitados em suas crenças, pelo pricípio da isonomia, dignidade da pessoa humana, bem como outros princípios assegurados em nossa magna carta.
    É importate frisar que a nossa constituição de 88, não prevê nenhuma religião oficial para nosso estado, porém, é bem expresso que a nova Constituição diz no artigo 210, parágrafo primeiro: "O ensino religioso, de matrícula facultativa, constituirá disciplina dos horários normais das escolas públicas de ensino fundamental". O artigo 5 define: "é inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e a suas liturgias".
    Neste caso, não fere a cosntituição, mais a obrigatoriedade sim. Respeito a liberdade de crença de vcs, mas acho que devem respeitar a liberdade de crença de todos! Tem muita coisa feia aí dentro da política, mais interessante de vcs acionarem o MP do que uma lei que foi mal projetada, em razão da obrigatoriedade. É só o vereador retificar e propor uma nova lei que fale da faculdade.
    Obrigada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é bem expresso que a nova Constituição diz no artigo 210, parágrafo primeiro: "O ensino religioso, de matrícula facultativa, constituirá disciplina dos horários normais das escolas públicas de ensino fundamental"

      Se isto já está contemplado na CF-88, pra quê criar uma "lei do pai-nosso"? É um disperdício de tempo e recursos (despesas com papel, tinta, etc).

      O artigo 5º realmente assegura o livre exercício de cultos religiosos, mas não diz que escolas são locais de culto.

      Tem muita coisa feia aí dentro da política, mais interessante de vcs acionarem o MP do que uma lei que foi mal projetada, em razão da obrigatoriedade. É só o vereador retificar e propor uma nova lei que fale da faculdade.

      Na verdade, o que falta é o vereador fazer algo realmente útil. Não seria melhor se ele se preocupasse com questões essenciais, como educação, transporte, saneamento, saúde? Afinal, isso também afeta as pessoas que crêem num deus. Não concorda?

      Respeito a liberdade de crença de vcs(...)

      Não é muito correto dizer que ateísmo é crença.

      E as palavras de baixo calão para Jesus, bem... acho que ele já é bem crescidinho e sabe se defender sozinho.

      Excluir
    2. Quando falo crença, refiro-me ao que vcs creem e não creem, pois "crer" sei q em alguma coisa vcs creem, né? Pois senão, nem existir vcs existiriam. Nem q seja do macaco, vcs acreditam e tem uma opinião de alguma coisa, em fim!
      Ainda afirmo que q assim como entendes que é tão fúltil o posicionamento do vereador, mas fúltil é quem está se importado com tama "fultilidade", tendo coisa muito mais interessante para se discutir.

      Excluir
    3. Quando falo crença, refiro-me ao que vcs creem e não creem, pois "crer" sei q em alguma coisa vcs creem, né?

      Eu sou ateu e acredito (não no sentido de fé religiosa) em muita coisa, menos em divindades (óbvio). Esqueça essa estória de que o homem veio do macaco, isso não é verdade (isso se originou numa charge que foi publicada num jornal do século XIX). Nenhum biólogo de verdade vai lhe dizer que o homem veio do macaco.

      Pois senão, nem existir vcs existiriam.

      Non sequitur.

      Ainda afirmo que q assim como entendes que é tão fúltil o posicionamento do vereador, mas fúltil é quem está se importado com tama "fultilidade", tendo coisa muito mais interessante para se discutir.

      Você acha mesmo que é certo fazer vista grossa pra essas coisas? É assim que eles querem que você pense. Vereador é pago com o dinheiro do contribuinte. Com o meu dinheiro e com o seu dinheiro. Não é certo que eu e você e todo mundo pague pra um desocupado não fazer nada de relevante.

      Se as pessoas fizerem vista grossa pra um político como esse, ela vai achar que está tudo bem, ninguém se importa, e vai continuar fazendo e fazendo depois, quando alcançar um cargo mais elevado. É obrigação nossa reclamar de gente como esse inútil. Somos cidadãos, é nosso direito.

      Excluir
  18. A lei aprovada em Apucarana é de um novo tipo. Institui uma obrigatoriedade para a qual não há punição em caso de desobediência, sendo, portanto não obrigatória.

    Pra que é que serve mesmo um vereador?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O vereador, de maneira geral, é o representante do povo. No exercício desta função, o vereador é o fiscal dos atos do prefeito na administração dos recursos do município expressos no orçamento. O vereador também faz as leis que estão dentro de sua competência, e analisa e aprova as leis que são de competência da prefeitura, do Executivo. Em resumo, o vereador recebe o povo, atende as suas reivindicações e é o mediador entre o povo e o prefeito.

      Excluir
    2. O vereador, de maneira geral, deveria ser o representante do povo. No exercício desta função, o vereador deveria ser o fiscal dos atos do prefeito na administração dos recursos do município expressos no orçamento. O vereador também deveria fazer as leis que estão dentro de sua competência, e deveria analisar e deveria aprovar as leis que são de competência da prefeitura, do Executivo. Em resumo, o vereador receberia o povo, atenderia as suas reivindicações e seria o mediador entre o povo e o prefeito.

      Pois é. Só que o coça-saco de Apucarana não faz nada disso. Ele quer é mandar os outros rezarem pra ver se melhora a situação da educação no país.

      Ele devia era estar no canto da sala, ajoelhado no milho, de penitência por ter feito uma bosta tão grande como a que fez.

      Excluir
  19. Que pergunta o professor fez que ele não quer que o aluno responda?
    É assim que são preparados os futuros soldados que sofrem acidentes no serviço militar.

    ResponderExcluir
  20. Apoiada a iniciativa da ATEA. O Estado é laico e lugar de pai nosso e na igreja....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se a igreja está em território Brasileiro, a igreja tem que seguir as leis do Estado Laico no qual todo o poder emana do povo e não de Deus.
      Se a igreja está em Israel, lá todo o poder vem de Deus.

      Excluir
  21. Oracoes nao funcionam, nunca funcionaram e jamais funcionarao.

    Esse vereador EVANGELICO esta fora de contato com a realidade.

    O que ajuda a diminuir os indices de violencia é educacao, investimento social, pratica de esportes e diponibilizacao de quadras esportivas às populacoes carentes, policiamento preventivo, rigor na punicao dos crimes, judiciario mais eficiente e melhoria da qualidade dos politicos.

    ResponderExcluir
  22. Esse verme de vereador não sabe a diferença entre falta de educação e falta de religião! Se alunos estão a chingar e a fazer malcriações não é por falta de religião, mesmo porque religião ensina mais o desrespeito para com os diferentes que amor ao próximo, o problema dessas crianças é falta de educação. Não espero que Deus tire esse Deco da idade das trevas, porque esse já tá perdido, mas que ilumine um pouquinho a pobre cabecinha desse inútil que com essa lei não faz nada diferente de tapar o sol com uma peneira. Vocês Vereadores de Apucarana precisam investir em educação de qualidade, educação de verdade, isso é, esportes, gincanas, campeonatos entre salas e escolas, de xadrez, de ping-pong, de futebol, volei; uma casa da criança, aulas de música, talvez um laboratório de ciências... existem várias possibilidades que certamente transformarão esses alunos em crianças muito melhor educadas e que darão uma chance maior de que se tornem adultos felizes e de sucesso, agora rezar Pai Nosso?! Parece até que tão arrebatando essas crianças para serem cúmplices de seus interesses políticos, e nada mais.

    ResponderExcluir
  23. Putz a bíblia é um belo exemplo de paz. Um deus tirano que mata todo mundo, que é tão louco que mata seu filho pra poder se vingar de toda humanidade .kakaka esquizofrenia pura desse deus do deserto judaico islâmico cristão. Deus é a mulher do meu pênis.

    ResponderExcluir
  24. Maravilha, vereador. O senhor criou uma lei que discrimina qualquer pessoa que seja seguidor de religião não-cristã, ou que não siga qualquer religião. Preconceito decretado em lei, quem curte?
    Religião é assunto de foro íntimo. Deve ser ensinada em casa, e não na escola. A melhor metáfora que já ouvi para religião é "trate sua religião como vc trata seu pênis: não a mostre em público e nem a enfie goela abaixo nas crianças".

    ResponderExcluir
  25. Agora quem não é cristão é um infrator da lei. Parabéns vereador você é um gênio. Clap..clap..clap..clap

    ResponderExcluir
  26. Essa abominação chamado deus e seus efeitos colaterais! Tenho a clareza de perceber que essa DROGA nunca vai acabar, então resta-nos, os poucos racionais, tentar coibir
    dentro do possível, o ecesso de poder. Tarefa inglória!

    ResponderExcluir
  27. Onde escrevi ecesso, leia-se excesso.

    ResponderExcluir
  28. Pare o planeta que eu quero descer, não aguento mais essa droga de país... e ainda por cima se diz um estado ''laico''

    ResponderExcluir
  29. PROTESTO MESMO! Não vão conseguir isso, felizmente o País é Laico! Esse Vereador não leu a Constituição, imagine os livros de história! Deve estar cego pela bíblia ou pelos livros de Harry Poter.

    ResponderExcluir
  30. Sinto vergonha, e não é pouca, desse país.

    ResponderExcluir
  31. Com certeza irei ajudar com o que estiver ao meu alcance. Isso não devia ter saído nem de projeto. Ainda bem que temos a ATEA aqui!

    ResponderExcluir
  32. As religiões significam paragem no tempo. É bom esquecer bobagem e ir para a frente. A Bíblia é um livro de erros e contradições.

    ResponderExcluir
  33. Esses evangélicos não tem limites. Estão dominando o Brasil pouco a pouco, em breve este país será teocrático fundamentalista. Só conseguirá viver bem aqui quem for evangélico. Eu já passo por esta situação, para conseguir emprego na minha cidade, pelo menos na maioria dos comércios, só se consegue caso você não seja gay, muitos até só empregam caso o suposto heterossexual seja evangélico. É um absurdo sem tamanho. Caso minhas suspeitas quanto ao futuro desta nação se confirme, aproveitarei que tenho nacionalidade europeia e me mando daqui. Apesar de amar meu país.

    ResponderExcluir
  34. Galera nós da UEA (União de Estudantes de Apucarana) vamos amanhã na hora da aprovação da lei protestar contra, pois temos em nossa região pessoas de outras religiões e ateis. Quero contar com a presença de uma boa parte de vocês. Obrigado

    ResponderExcluir
  35. Galera nós da UEA (União de Estudantes de Apucarana) vamos amanhã na hora da aprovação da lei protestar contra, pois temos em nossa região pessoas de outras religiões e ateis. Quero contar com a presença de uma boa parte de vocês. Obrigado

    ResponderExcluir
  36. Isso aí! O caminho para combater esses canalhas é fazer valer a lei, sobretudo a Constituição Federal, pois o Brasil é um Estado LAICO! Agora, quando é que o MPE federal vai agir para proibir, sob pena de perda do mandato por determinação da Justiça Eleitoaral, contra aqueles que usam a denominação Frente Parlamentar Evangélica? Formar uma frente política baseada em religião por si só é uma violação das leis eleitorais e constitucionais que determinam a separação entre Estado e Igreja (para não falar em voto de cabresto e outros crimes eleitorais e impropriedades parlamentares cometidas por esses "senhores").

    ResponderExcluir

Postar um comentário