Paulopes

Religião, ateísmo, ciência, etc.

segunda-feira, 16 de abril de 2012

Classe C melhorou de vida por ter fé em Jesus, diz Valdemiro

O milionário Valdemiro Santiago

A ascensão da classe C não se deve à política econômica de nenhum governo, mas à fé que essas pessoas têm em Jesus. A afirmação é de Valdemiro Santiago (no traço acima), fundador da Igreja Mundial, a denominação neopentecostal que mais cresceu nos últimos anos justamente por causa do avanço do poder aquisitivo desse segmento da população.

“A classe C não tem recurso intelectual para buscar bons empregos ou fazer bons negócios”, disse Valdemiro. “Quando você se apoia na fé, Deus abre portas.”

Abrir portas — de templos — é o que a Mundial tem feito muito ultimamente. Com 3.200 “postos” de oração, a igreja de Valdemiro pretende inaugurar nos próximos dois anos pelo menos 1.000 novos endereços, colocando-se mais próxima de sua arqui-inimiga, a Universal, que possui cerca de 5.000 templos em todo o país.

O demônio hoje de Edir Macedo, chefe da Universal, é Valdemiro — e é assim que aquele tem chamado este em programas de rádio e na TV Iurd. A Folha de S. Paulo deu crédito à estimativa de que 30% dos fiéis e pastores da Mundial vieram da Universal. Portanto, o crescimento de uma implica no enfraquecimento de outra.

Os diferençais a favor do ex-lavrador e pedreiro Valdemiro em relação ao ex-funcionário público Edir são dois: o carisma e o suposto poder de fazer milagres.

Valdemiro atrai muitos fiéis — pessoas que “não têm recurso intelectual”, para usar uma expressão dita por ele mesmo — porque garante que é um instrumento de Deus para faz paralítico andar, cego enxergar e curar câncer e Aids. Muitos acreditam nele, principalmente quem não tem nada a perder, os desesperados e os marginalizados pelo sistema público de saúde.

Flávio Pierucci, professor de sociologia da religião da USP, afirmou que quem procura Valdemiro já está sugestionado para que algum milagre ocorra e pode ter, por isso, a ilusão de que se curou, ao menos por algum tempo. Ainda assim, segundo Pierucci, Santiago comete estelionato ao prometer cura de doenças incuráveis, como a síndrome da Aids.

Em entrevista à Folha, Santiago não negou que no ano passado deixou de lado a sua toalhinha milagrosa e recorreu ao Albert Einstein, um dos melhores hospitais do país, para resolver um problema em seu joelho.

A explicação do milagreiro foi de que “há enfermidades que são para a ciência e outras que são para serem tratadas espiritualmente, embora Deus possa curar todas elas". Afirmou que ele e sua família também precisam de médico, que é também “homem de Deus”.

O pastor Ronaldo Didini, que cuida da expansão da Mundial no exterior, compara o carisma de Valdemiro com o de Lula, porque ambos não buscam a sofisticação e “falam a língua do povo”.

De fato, há semelhanças: os dois são de origem humilde, atraem multidões, têm muitos seguidores e não leem livros.

No caso do Lula, ele atribui a ascensão da classe C somente ao mérito do seu governo, sem debitar nada, por exemplo, ao presidente Fernando Henrique Cardoso, seu antecessor. É como se ele, o Lula, fosse autor de algo que surgiu de nada, um milagre.





Com informação da Folha de S.Paulo.

Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...