Paulopes

Religião, ateísmo, ciência, etc.

terça-feira, 27 de março de 2012

Retirada de crucifixo de tribunais é 'uma ofensa', afirma arcebispo

Dom Odilo defendeu a tradição
da exposição do crucifixo 
Dom Odilo Pedro Sherer (foto), arcebispo metropolitano de São Paulo, disse ser uma “ofensa” à Igreja Católica a forma pela qual a Justiça do Rio Grande do Sul decidiu retirar os crucifixos e demais símbolos religiosos de seus tribunais.

“Houve constrangimento”, disse. “Criou-se um problema que não havia.”

Ao participar ontem (26) à noite do programa Roda Viva, da TV Cultura de São Paulo, dom Sherer reconheceu que a Igreja não pode “pretender exigir” a presença de seus símbolos nos tribunais.

“O Estado é laico”, afirmou. Mas ainda ele assim defendeu a permanência dos símbolos católicos no espaço público porque  eles fazem parte da tradição e da história do país.

Ao responder uma pergunta sobre o desconforto que alguém que não seja católico, como judeu e ateu, possa ter ao ser julgado diante de um crucifixo, Sherer disse que o símbolo não interfere nas decisões dos juízes, que se baseiam nas leis.

O arcebispo reafirmou, durante a entrevista, a posição da Igreja sobre temas como aborto, casamento de homossexuais e uso de contraceptivos.

Ele reconheceu que a Igreja Católica tem perdido fiéis para as denominações evangélicas. E isso, segundo ele, se deve a vários motivos, que vão desde aos problemas internos, como a falta de sacerdotes, aos “métodos de arrebanhamento de fiéis por alguns grupos religiosos”, que prometem milagres e “solução para todos os problemas da vida”.

Afirmou que isso a Igreja Católica nunca fará.

Valores seculares determinarão a moral do século 21, diz Dawkins.
janeiro de 2012

Secularismo.   Religião no Estado laico.    Religião na Justiça.

Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...