Paulopes

Religião, ateísmo, teoria da evolução e astronomia

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Itália vai cobrar imposto das propriedades da Igreja

O governo do primeiro-ministro Mario Monte, da Itália, anunciou que vai cobrar imposto sobre propriedade das atividades comerciais da Igreja Católica. A isenção fiscal só será mantida para as instalações dedicadas aos cultos.

Estima-se que o governo vai arrecadar por ano 700 milhões de euros (R$ 1,58 bilhão) com o imposto sobre edifícios onde funcionam hotéis, escolas, asilos e clínicas, entre outras atividades operadas pela Igreja.

A Igreja italiana tem forte presença no negócio de educação (possui cerca de 9.000 escolas) e no de saúde, com mais de 5.000 clínicas.

Grécia poupa Igreja Ortodoxa das medidas de austeridade
fevereiro de 2012

Embora essa cobrança do ICI (Imposto sobre Primeira Residência) faça parte do pacote governamental de medidas de recuperação econômica do país, a Conferência Episcopal Italiana protestou sob a alegação de que vai ter de arcar com desembolso inclusive de atividades que não dão lucro.

Para evitar dúvidas, Monte avisou a Igreja que hospitais e outros estabelecimentos que tenham capela também vão ter de pagar o ICI.

Na Espanha, outro país cuja maioria é católica, crescem as pressões para que seja cancelada a isenção fiscal à Igreja, embora o governo já tenha ratificado o benefício.



O espanhol Joaquín Almunia, vice-presidente da Comissão Europeia, disse que esse privilégio à Igreja não se justifica em tempo de recessão econômica. Ele disse que vai apresentar essa questão ao Parlamento Europeu para que a entidade estabeleça uma orientação.

Com informação do site Religión Digital, entre outras fontes.

No Sul, deputado da Universal tenta obter mais uma isenção fiscal
junho de 2011

Isenções fiscais da Igreja.

Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...