Pular para o conteúdo principal

'Em Nome do Céu' conta a história real de mórmons fanáticos que matam mãe e filha

A série de 7 episódios é de 2022. Seu IMDb é 7,8/10. Poucos filmes obtêm tão boa pontuação. Conta a história  de uma jovem assassinada por seus irmãos porque ela estava se desviando da conduta dos mórmons. A filha dela, de 15 meses, também é morta. O investigador que desvendou o crime fica chocado — ele também é mórmon. Disponível no Star +


A minissérie "Em Nome do Céu" apresenta as consequências perturbadoras do fanatismo religioso.

É uma adaptação do livro homônimo de Jon Krakauer, que conta a história real do assassinato de Brenda Wright Lafferty e de sua filha pequena, em 1984, em uma pequena cidade rural dos Estados Unidos.

O crime é investigado pelo detetive Jeb Pyre, um membro da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias (SUD), Igreja Mórmon. Ele é forçado a confrontar suas crenças religiosas à medida que descobre os segredos obscuros da família Lafferty e da igreja Mórmon.

A minissérie começa com o assassinato de Brenda e de sua filha. Jeb Pyre. À medida que Pyre avança na investigação, ele descobre que Brenda era uma mulher independente e progressista, que estava se afastando da igreja SUD. Isso desperta a ira de seus irmãos, Ron e Dan Lafferty, que são membros fundamentalistas da igreja.

Ron e Dan Lafferty acreditam que Brenda está traindo a fé e que deve ser morta. Eles convencem seu irmão Wayne a ajudá-los no crime. Em junho de 1984, Ron, Dan e Wayne invadem a casa de Brenda e a matam brutalmente. Eles também matam a filha de Brenda, Erica, que tem apenas 15 meses.

Pyre é responsável por interrogar os irmãos Lafferty. Ele fica chocado ao descobrir que os irmãos acreditam que estão agindo de acordo com a vontade de Deus. Isso leva Pyre a questionar suas próprias crenças religiosas. Ele começa a pesquisar a história da igreja e descobre que ela tem um passado de violência e intolerância.

A minissérie também explora a relação entre a religião e a violência. Ela mostra como a interpretação extremista de uma religião pode levar a atos de crueldade.


Os personagens

Jeb Pyre (Andrew Garfield) é um detetive honesto e dedicado à família,

Brenda Wright Lafferty (Daisy Edgar-Jones) é uma mulher independente e progressista que está se afastando da igreja. .

Ron Lafferty (Sam Worthington) é o irmão mais velho de Brenda. É um membro fundamentalista da igreja SUD e acredita que Brenda está traindo a fé. Ele é o principal responsável pelo assassinato de Brenda e de sua filha.

Dan Lafferty (Wyatt Russell) é outro irmão de Brenda. Ele é um homem violento e impulsivo. Ele apoia o plano de Ron de matar Brenda.

Wayne Lafferty (Gil Birmingham) é o irmão mais novo. É gentil e pacífico, reluta em participar do plano de Ron, mas acaba cedendo à pressão de seus irmãos.

"Em Nome do Céu" é uma minissérie bem produzida e atuada. Andrew Garfield dá uma performance memorável como Jeb Pyre. Ele consegue capturar a complexidade do personagem, sendo um homem honesto e dedicado, mas que também está lutando para reconciliar suas crenças religiosas com a violência que ele está testemunhando.

A minissérie é bem dirigida. Dustin Lance Black cria um clima de suspense e tensão. Ele também consegue explorar as questões complexas da religião e da violência de uma forma equilibrada e respeitosa.

Com informação do filme e de outras fontes. 

• Igreja Mórmon investe US$ 38 bi em empresas como Apple e Google

• Pagar dízimo é mais importante que ter comida, diz mórmon

• Missionário mórmon questiona sua própria pregação e vira ateu

Comentários

Post mais lidos nos últimos 7 dias

90 trechos da Bíblia que são exemplos de ódio e atrocidade

Cientistas brasileiros e mexicanos descobrem pequena espécie de morcego

Veja 14 proibições das Testemunhas de Jeová a seus seguidores

Um em cada 4 brasileiros não tem acesso à coleta de esgoto, mostra IBGE

Veja os 10 trechos mais cruéis da Bíblia

Quatro séculos tentando provar a existência de Deus. E fica cada vez mais difícil

Contar o número de deuses é difícil porque são muitos, dezenas de milhares, milhões

Igrejas católicas alemãs estão sendo derrubadas. É a demolição da própria religião

Padre autor do mosaico de Aparecida é acusado de invocar a Trindade para ter sexo a três

Ministro 'terrivelmente' evangélico decide que financiar monumento religioso é constitucional