Pular para o conteúdo principal

Morre de Covid-19 deputado que dizia haver exagero no índice de óbitos da doença

O deputado Silvio Antonio Fávero (PSL), da Assembleia Legislativa do Mato Grosso, morreu na tarde de sábado (13) de infecção generalizada causada por Covid-19. Estava internado em um hospital particular de Cuiabá desde o dia 4.

Bolsonarista, Fávero, 54, dizia que os hospitais estavam inflando os registros por morte de Covid-19, contabilizando óbitos decorrentes de outras causas, para obter repasse de verba do Governo Federal.

“É mentira”, afirmou ele em um discurso sobre a quantidade anunciada diariamente de mortos pela doença. Sem apresentar provas, disse que os hospitais ganham R$ 19.000 por óbito de Covid-19.

Fávero não era antivacinação, mas apresentou um projeto de lei contra a obrigatoriedade da imunização.

Desconsiderou o fato de que a vacina não protege apenas a pessoa que recebe sua aplicação, mas todas as que a cercam. É uma questão de saúde pública.

Ele defendia, na justificativa do seu projeto de lei, que as pessoas têm o direito de não receberem o imunizante porque “subsiste insegurança quanto à eficácia e eventuais efeitos colaterais das vacinas, onde apresentam um risco que, sem dúvida alguma, é irreparável, já que os efeitos a curto, médio e longo prazo da vacina são desconhecidos.”

Fávero criticava o isolamento social com o argumento de que os pequenos comerciantes são os principais prejudicados.

Era defensor de medicamentos sem comprovação científica para prevenir as consequências do ataque do coronavírus, como cloroquina e a ivermectina, ecoando a pregação do presidente Bolsonaro.

“Sr. governador, faça o kit de prevenção [com medicamentos inócuos]”, disse ele em um de seus últimos discursos.

O deputado deixou mulher e três filhos.

 

> Com informação da Assembleia Legislativa do Mato Grosso, do Facebook  e de outras fontes e vídeo postado no Youtube.



Comentários

  1. Pagou com a vida pela sua imbecilidade. Fará falta à sua família mas não à sociedade.

    ResponderExcluir
  2. bolsonarista? negacionista? hummm...

    ResponderExcluir
  3. Que todos os ignorantes morram. Menos um idiota pra bostejar por aí

    ResponderExcluir
  4. Poderia ser enterraradu de pé pra não ocupar espaço.

    ResponderExcluir


  5. Agora está exageradamente morto. RIP.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Posts mais acessados na semana

90 trechos da Bíblia que são exemplos de ódio e atrocidade

Colégio adventista expõe réplicas de dinossauros em evento criacionista

Promotor nega ter se apaixonado por Suzane, mas foi suspenso