Pular para o conteúdo principal

São Carlos recorre ao Estado laico para restringir atividades religiosas no combate ao coronavírus

A prefeitura de São Carlos (SP) restringiu a área das atividades religiosas a 10% do total em que forem realizadas e no limite máximo de 50 pessoas, para impedir o contágio do coronavírus, mantendo o protocolo do distanciamento social e uso de máscara.

A decisão se baseou na laicidade do Estado brasileiro e na preservação da saúde pública. As autoridades eclesiásticas da cidade não se manifestaram até agora.

O prefeito de São Carlos é Airton Garcia (PSL). A cidade tem 250 mil habitantes e fica a 231 km de São Paulo. Está a 40 km de Araraquara, onde surgiram a cepa brasileira (oriunda de Manaus) e a sul-africana do coronavírus — mais contagiosas.

Entre as prováveis causas da presença das novas cepas em Araraquara, está, de acordo com moradores, a passagem pela cidade de romeiros que estiveram em Manaus. Isso teria sido a causa de as autoridades de São Carlos voltarem sua atenção para as atividades religiosas.

Independentemente de medidas proibição de aglomerações de pessoas, especialistas afirmam que a migração das novas cepas de Araraquara para São Carlos é questão de tempo, semanas, por causa da interação entre as duas cidades.

O prefeito Edinho Silva (PT), de Araraquara, disse que as UTIs da cidade estão lotadas e teme que se repita ali o caos de Manaus, onde falta leitos e oxigênio. Ele pediu que a vacinação contra o coronavírus se acelere na cidade.

Incluindo São Carlos e Araraquara, 15 cidades do interior paulista estão na fase vermelha. O sistema hospitalar da região está próximo do colapso.

Catedral de São Carlos
não poderá reunir mais
de 50 pessoas

> Com informação de sites de São Carlos, Araraquara e de outras fontes e foto de divulgação.



Comentários

  1. Indivíduo com transtornos mentais22 de fevereiro de 2021 09:42

    Os religiosos deveriam morar em um território diferente do território do Estado Laico.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Posts mais acessados na semana

No Brasil, mulher que não crê em Deus é submetida à opressão em dobro

Cobrado por aluguel de templo, Valdemiro diz não ter contrato social com a Igreja Mundial

90 trechos da Bíblia que são exemplos de ódio e atrocidade