Pular para o conteúdo principal

Família do pastor americano que morreu por minimizar vírus está doente

Familiares do pastor americano Geraldo O. Glenn que morreu de Covid-19 estão doentes.

Contraíram o novo coronavírus a viúva, Marcietia, a filha Mar-Gerie Crawley, o marido dela, Derrick, e uma irmã dele, Amanda. Ninguém corre risco de morrer.



Líder da Igreja Evangélica New Deliverance, em North Chesterfield, nos arredores de Richmond, Glenn morreu dias depois de se gabar de que o seu templo estava cheio, em um exemplo de que “Deus é o maior que esse temido vírus

Mar-Gerie, se assim também pensava, agora diz que os seguidores fiquem em casa, de quarentena. Mas continua crendo no poder de cura da oração, como acreditava o seu pai.

GLENN DESDENHOU DO
VÍRUS E PAGOU POR ISSO
COM A PRÓPRIA VIDA






Pastor americano tentou esconder de fiéis que seu assistente está com Covid-19

Americano amigo de Malafaia adia inauguração de centro de cura por causa do coronavírus

Vídeo: R.R. Soares manda o Covid-19 para o inferno, mas não tira a máscara do rosto

Nos EUA, pastor diz que Covid-19 é vingança de Deus contra casamento gay

13 teorias da conspiração sobre o coronavírus




Comentários

POSTS MAIS LIDO EM 7 DIAS

Romualdo Panceiro cria a Igreja das Nações para concorrer com a Universal

Pastor diz que máscara é ‘frescurite’; fiel idosa e marido morrem de Covid-19

Maitê recupera pensão de solteira apesar de união com empresário







EDITOR DESTE SITE
Paulo Lopes é jornalista.Trabalhou
no jornal abolicionista Diario Popular,
Folha de S.Paulo, revistas da
Editora Abril e outras publicações.

Contato