Pular para o conteúdo principal

Confeiteiros criam controvertidos bolos e sorvetes inspirados no Coronavírus

Maria Fernanda Guimarães            Dizem que a criatividade não tem limite para um chefe de cozinha. Para um confeiteiro, então, nem se fala. Aos pâtissiers  há sempre um  desafio a mais: a criatividade rondando o sabor.  Mas que a pandemia gravíssima pudesse inspirar esses criadores tem causado espanto e controvérsia.

O número de casos de Covid-19 na Itália assombra o mundo e aterroriza o Brasil. Mas, em vez de sucumbir ao medo, alguns italianos optaram por rir do perigo com uma série de paródias, piadas e e muita tolice e fake news ( conhecem um lugar semelhante?) enquanto as autoridades sanitárias buscam salvar vidas

O confeiteiro Andrea Schiroli, que  junto com sua esposa Daniela, é dono da Gelateria Infinito na via Colombo em Casalmaggiore, Cremona  criou o Corona Cake. O nome é assim mesmo,  em inglês.

CORONA CAKE É O NOME
DO BOLO DE SORVETE CRIADO
PELO GELATAIO SCHIROLI 

O bolo é simples,   para uma gelateria, é claro: creme,  framboesa, cobertura de chocolate e caramelo  para o corpo e "capinha " dovírus, sendo que os "pequenos espinhos de glicoproteína" do  SARS-Cov-2  são feitos de chocolate colorido.

Postada no Instagram, a foto causou excitação e repulsa ao mesmo tempo. "A ideia era fazer as pessoas sorrirem", diz Schiroli, não importa se  venderemos ou não.  "Não é enfrentando o tema com medo que curamos ou permanecemos imunes a ele.  Acho que devemos prestar a devida atenção ao problema.  Mas vamos viver intensamente", essa é a intenção.

Na cidade de Landivisiau, comuna francesa na região administrativa da Bretanha, no departamento Finisterra, oda casa "La Duchesse Anne", criou um ovo de Páscoa diferente: o coronavírus.
O  "ovo" Coronavírus é um casca de chocolate, recheado  com ganache. Os espículos são lascas de amêndoa com calda vermelha.
JEAN-FRANÇOIS PRÉ CRIOU 
CORONAVÍRUS 3D PARA VENDÊ-LOS 
COMO OVOS DE PÁSCOA
Ele já vendeu alguns e espera que possa continuar vendê-los até a Páscoa. Assim como o gelataio italiano, a intenção do chocolatier  é "divertir os clientes e amenizar o clima de tensão. Quis fazer uma piada", diz Pré.  

Bolos do Isolamento 

A Luminary Bakery, em Stoke Newington, Londres,  padaria favorita de Meghan Markle e sempre visitada pela Duquesa de Sussex pelos trabalhos de ONG,  criou um Bolo de Isolamento. Vem numa variedade de sabores, tem tamanho menor e é decorado com laranja e mirtilos.

ESSES BOLOS DE ISOLAMENTO SÃO
VENDIDOS PARA AJUDAR MULHERES
EM SITUAÇÃO DE RISCO DE VIOLÊNCIA 


Enquanto isso no Canadá, uma confeitaria em Victoria, está oferecendo  bolinhos muito trabalhados mas com apenas  12 cm de altura, para uma pessoa celebrar sozinha durante a crise do Covid-19. Os isolation cakes são uma massa de pão-de-ló com recheios de creme e ganache de chocolate. Tudo coberto com glacê de menta e lavanda com confeitos que imitam balões e serpentinas.
"Só queríamos garantir que as pessoas tivessem uma maneira de se entregar e de celebrar, mesmo que isso fosse   em confinamento solitário ou o que quer que eles estejam fazendo", disse Susannah Bryan, uma das proprietárias da Ruth & Dean, a confeitaria que criou o bolo. 
Victoria fica na ilha de Vancouver (não confundir com a cidade de Vancouver), sendo a capital da província da Colúmbia Britânica (BC). 

ESSES BOLOS FORAM CRIADOS
PARA QUE MESMO EM ISOLAMENTO
AS PESSOAS POSSAM CELEBRAR 

Já  na Califórnia, a  padaria artesanal San Francisco Butter& mostrou que rapidamente pode se adaptar às novas demandas de mercado, enquanto  empresas até maiores estão lutando para manter  as portas aberta.

Então, a padaria criou os   Quarantine Cakes. Bolos da Quarentena,  para atender de 2 a 4 pessoas.

 OS BOLOS SALVARAM
A EMPRESA EM TEMPO
DE QUARENTENA  


Também em tamanhos  menores que o normal, servindo de duas a quatro pessoas, os clientes  podem escolher entre as seguintes mensagens: "Lave suas mãos", "Não toque no seu rosto", "Limpe e desinfete", "Finja que você é um introvertido", "Não esconda máscaras."

A proprietária da padaria Amanda Nguyen  revelou que  os bolos, feitos à mão por ela e  mais três funcionários da equipe, salvaram a empresa.

Não há segredos, explica Amanda, são bolos elegantes, artísticos, muito saborosos e bem elaborados, para 4 pessoas, vendidos a US$ 50 e entregues na casa do cliente.

Com informações de   Le Telegramme ,  Cremona Oggi  e   Vancouver - I H Radio  e outras fontes 

Comentários

Posts + acessados nos 30 dias mais recentes

Morre de Covid-19 pastor bolsonarista que defendia uso da cloroquina

Angolanos expulsam os pastores brasileiros de 30 templos da Universal

Edir Macedo amaldiçoa angolanos que expulsaram pastores brasileiros de templos

Morre de Covid-19 o segundo pastor bolsonarista da Assembleia de Deus

Bispo Edir Macedo é internado com suspeita de estar com Covid-19