Pular para o conteúdo principal

Coronavírus se espalha por mais de 40 países e territórios e mata mais de 2.700 pessoas

A MAIORIA DOS CASOS DE
CONTAMINAÇÃO E MORTE
OCORRE NA CHINA

por Deutsche Welle

O novo coronavírus já se espalhou por mais de 40 países e territórios, causou a morte de mais de 2.700 pessoas e infectou mais de 80 mil, das quais cerca de 30 mil se recuperaram.

A maioria dos casos foi registrada na China, onde está o epicentro do surto. Mas novos casos e uma rápida propagação na Europa, no Oriente Médio e na Ásia elevaram os temores de contágio.

Na Europa, a maioria dos casos é de pessoas que visitaram recentemente a Itália, como também é a infecção confirmada no Brasil.

Além da China, onde o surto começou no final de 2019, Irã, Coreia do Sul, Itália, Japão, Filipinas, França, Hong Kong e Taiwan registraram mortes.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou o surto de Covid-19 (nome da doença respiratória causada pelo novo coronavírus) uma emergência de saúde pública de âmbito internacional e alertou para uma eventual pandemia, após um aumento repentino dos casos na Itália, na Coreia do Sul e no Irã nos últimos dias.

A OMS também observou que, nesta terça-feira, pela primeira vez foram registrados mais casos fora da China do que dentro do país asiático.

Esta é a situação na manhã desta quarta-feira (26/02), pelo horário de Brasília:

Pela primeira vez, o teste em um paciente no Brasil deu positivo para o novo coronavírus causador da doença Covid-19. Segundo divulgou o Ministério da Saúde nesta terça-feira, trata-se de um homem de 61 anos, residente em São Paulo, que viajou a trabalho à Itália de 9 a 21 de fevereiro.

A Coreia do Sul registrou 284 novos casos do novo coronavírus nesta quarta-feira, incluindo um soldado americano estacionado no país. O total chegou a 1.261 casos de infecção, mas deverá aumentar ainda mais. Onze pessoas morreram. A maioria das 11 mortes ocorreu num hospital no condado de Cheongdo, perto de Daegu, onde uma série de infeções foi detectada numa ala psiquiátrica.

Dos novos casos, 134 foram registrados na cidade de Daegu, onde fica um ramo da igreja Shincheonji Church of Jesus, que foi associada à propagação do vírus pelas autoridades. Todos os 200 mil fiéis da igreja deverão passar por testes, já que a maioria dos casos tem relação com a igreja.

O soldado americano infectado tem 23 anos e está na base militar de Camp Carroll, a cerca de 20 km de Daegu. Ele está de quarentena em sua residência.


A Tailândia registrou três novos casos nesta quarta-feira, elevando o total no país para 40. Dois dos novos pacientes, ambos cidadãos tailandeses, estiveram de férias na ilha japonesa de Hokkaido e mantiveram contato com o terceiro paciente, um menino de 8 anos, disseram as autoridades.

O número de casos registrados na China nesta terça-feira chegou a 406, uma queda ante os 508 do dia anterior. O país tem 78.064 pessoas infectadas. Mais 52 morreram nesta terça-feira, a maioria em Wuhan. Na segunda haviam sido 71. Todos moravam na província de Hubei, onde fica Wuhan, assim como 401 dos 406 novos casos. Em todo o país já morreram 2.715 pessoas em decorrência do vírus.

As autoridades chinesas colocaram em quarentena 94 passageiros de um voo que chegou a Nanjing, oriundo da capital sul-coreana, depois de três passageiros terem acusado febre, informou a imprensa estatal.

O Irã confirmou mais quatro mortos pela doença, elevando o total de vítimas a 19. Já são 139 os casos confirmados de Covid-19. Os 44 novos casos de contágio foram registrados principalmente na província de Qom, epicentro da enfermidade no Irã, onde houve 15 novos registros.

Os temores se elevaram ainda mais no país depois de o chefe da força-tarefa criada para combater o vírus, o vice-ministro da Saúde, Iraj Harirchi, ter admitido que ele mesmo contraíu a doença. Harirchi havia tossido e suava muito durante uma entrevista ao lado do porta-voz do governo, Ali Rabiei, na segunda-feira. Ele havia gerado polêmica ao negar que 50 pessoas morreram por causa do vírus em Qom.

O Kuwait registrou mais 13 novos casos, e o total no país chegou a 25, segundo as autoridades de saúde. O balanço anterior era de 18 casos. Todos os novos casos "estão relacionados a viagens ao Irã", comunicou o Ministério da Saúde.

Na Alemanha, um homem que contraiu o vírus está em estado crítico e foi levado para um hospital em Düsseldorf. Ele mora no vilarejo de Heinsberg, perto da fronteira com a Holanda, onde as autoridades estão de alerta porque o paciente alemão visitou a província de Limburg na semana passada. O segundo novo caso no país, um homem de 25 anos, está em estado estável no estado de Baden-Württemberg.

Na Itália já há 374 casos confirmados, incluindo quatro menores de idade na região da Lombardia, na qual há 259 infectados, confirmaram autoridades nesta quarta. O número de mortos em todo o país, que é o epicentro do surto na Europa, chegou a 12. As regiões mais afetadas são Lombardia e Vêneto. A morte mais recente é de um homem de 69 anos, com doenças respiratórias, morador da província de Lodi, na região da Lombardia.

A França confirmou a primeira morte de um cidadão francês em decorrência da doença causada pelo novo coronavírus, anunciou o Ministério da Saúde. Trata-se de um homem de 60 anos. O país tem 17 casos registrados da doença, três dos quais nesta terça-feira. O primeiro morto na França foi um turista chinês de 80 anos, em 14 de fevereiro.

Oito pessoas foram confirmadas como portadoras do novo coronavírus na Espanha desde terça-feira, em lugares diversos, como as Ilhas Canárias, a Catalunha, a Comunidade Valenciana e Madri. A maioria delas está relacionadas com o surto detectado na Itália.

Em um hotel em Tenerife, nas Canárias, há quatro pessoas de nacionalidade italiana que estão passando férias. São elas um médico, a esposa e dois amigos próximos. As autoridades de saúde espanholas ordenaram o isolamento preventivo de todos e o acompanhamento dos mais de 700 hóspedes, que estão isolados no local.

Uma mulher de 36 anos de nacionalidade italiana, mas residente em Barcelona, e que viajou para o norte da Itália, é o primeiro caso confirmado de Covid-19 na Catalunha. Em Madri, o primeiro caso de infecção pelo Sars-CoV-2 é o de um jovem de 24 anos que viajou para o norte de Itália. O segundo caso na capital foi divulgado nesta quarta-feira: o paciente também é uma pessoa que esteve recentemente na Itália.

O oitavo caso foi confirmado pelas autoridades de saúde da Comunidade Valenciana, no leste da Espanha. Trata-se de um homem que foi ao hospital em Vilarreal com sintomas compatíveis com a doença. Este seria o único dos casos confirmados não relacionado com o surto detectado no norte da Itália.

Esses registros se juntam aos da semana passada no país: um alemão que viajou para La Gomera, nas Ilhas Canárias, e um britânico em Palma de Maiorca. Ambos já foram dispensados. O contágio em todos os casos ocorreu fora da Espanha.

A Grécia confirmou nesta quarta-feira seu primeiro caso de infecção pelo novo coronavírus. A paciente é uma mulher de 38 anos que recentemente viajou para o norte da Itália. Ela apresenta sintomas leve e não está em situação de risco.

Este é o número de casos em outros países e territórios nesta quarta-feira:

Hong Kong: 81 casos, 2 mortes

Macau: 10 casos

Japão: 864 casos, incluindo 693 do navio cruzeiro Diamond Princess, ancorado em Yokohama, 5 mortes

Cingapura: 91 casos

Estados Unidos: 57 casos

Taiwan: 32 casos, 1 morte

Austrália: 23 casos

Malásia: 22 casos

Bahrain: 26 casos

Vietnã: 16 casos

Emirados Árabes Unidos: 13 casos

Reino Unido: 13 casos

Canadá: 11 casos

Iraque: 5 casos

Filipinas: 3 casos, 1 morte

Índia: 3 casos

Rússia: 2 casos

Israel: 2 casos

Omã: 2 casos

Croácia: 2 casos

Áustria: 2 casos

Líbano: 1 caso

Bélgica: 1 caso

Nepal: 1 caso

Sri Lanka: 1 caso

Suécia: 1 caso

Cambodja: 1 caso

Finlândia: 1 caso

Egito: 1 caso

Argélia: 1 caso

Afeganistão: 1 caso

Suíça: 1 caso

Deutsche Welle é uma emissora da Alemanha que produz jornalismo em 30 idiomas.



Contraprova confirma primeira ocorrência de infecção por coronavírus do Brasil

Pastor americano diz que Deus enviou o coronavírus para 'eliminar' pecadores

Saiba como se proteger do coronavírus

Ministro diz que Indonésia não tem caso de coronavírus 'por causa do poder das orações'




Comentários

Posts + acessados hoje

Antes de dizer em live 'aceitem a paz do Senhor', pastor xinga sua mulher

Justiça de Angola determina o fechamento de todos os templos da Igreja Universal

Maitê recupera pensão de solteira apesar de união com empresário