Prefeito de Santana de Parnaíba desvia recursos para agradar evangélicos

Sites evangélicos
 informam que Sarah se
recusa a ganhar pouco

[texto opinativo] A prefeitura de Santana de Parnaíba, na Grande São Paulo, insiste em lesar os cofres públicos para agradar os evangélicos, ferindo, para piorar, o Estado laico.

Neste ano, 2019, a prefeitura contratou a cantora gospel Sarah Farias (foto) para as festividades do Dia do Evangélico, com comemoração em 15 de novembro.

A Constituição impede que qualquer instância de governo subsidie direta ou indiretamente evento religioso.

O Ministério Público do Estado de São Paulo está cansado de saber disso e é um mistério a conivência da promotoria da região com a prefeitura da Santana e com outras.

O Portal Transparência da cidade não informa quanto a prefeitura usou do dinheiro público para promover o show evangélico.

Sites evangélicos informam que Sarah Farias se recusa se apresentar por pouco. Não se sabe qual é, para a cantora pentecostal, a grandeza de "pouco" ou "muito".

Mas não importa a quantia, porque qualquer que seja ela se trata de uma violação à Constituição e um roubo nos cofres públicos.

Em seu segundo mandato, o prefeito de Santana, Elvis Cezar (PSDB) [foto abaixo] não está nem aí para esta "besteira" de Estado laico, é de se supor.

Ele, como tantos outros, querem os votos dos evangélicos com o uso do dinheiro dos contribuintes.

O prefeito já esteve na mira da Lava Jato, na Operação Custo Brasil.

De acordo com Veja, Cezar é suspeito de tráfico de influência em fevereiro de 2017 junto ao ministro Dias Toffoli para obtenção de uma liminar para que pudesse assumir a prefeitura.

Ele esteve envolvido em acusações de quebra de decoro por compra de votos.

Se esse foi o caso, Cezar mostra reincidência, porque agora está comprando votos de evangélicos com o dinheiro alheio.

Se o Ministério Público continuar fingindo que não está havendo desvio de finalidade do dinheiro dos impostos, o próprio órgão é que precisa ser investigado por instâncias superiores.

O prefeito Elvis Cesar já
 esteve no radar da Lava Jato


Com informação do site da Prefeitura de Santana de Parnaíba e de outras fontes.



Barueri agride o Estado laico ao financiar a Semana da Cultura Cristã

Prefeito desafia MP a apurar gastos com atividade religiosa: ‘Mão de Deus é pesada’

Barulho de religião em escola pública inferniza vizinhos

Religiosos não entendem que Estado laico beneficia a todos



Comentários

  1. Uns 5% dos Brasileiros tem noção de alguma coisa ... o resto eh religioso ... desses religiosos uns 1% tem estudo e respeitam o estado laico ... o resto .. eh so por dentro do curral ... Todo politico sabe disso ... e aproveita pra ganhar votos .. simples fato

    ResponderExcluir

Postar um comentário

EDITOR DESTE SITE



Paulo Lopes é jornalista profissional diplomado.
Trabalhou no jornal centenário abolicionista
Diário Popular, Folha de S.Paulo, revistas da
Editora Abril e em outras publicações.