Oportunismo comercial: Igreja vende por US$ 109 pulseira com app eRosary

Porta-voz da Santa Sé
 informou que o dispositivo
 é acionado com um
 sinal da cruz

A Igreja Católica tomou uma iniciativa para tentar atingir dois objetivos ao mesmo tempo: fazer os jovens rezar e, com isso, obter algum lucro.

A Santa Sé colocou à venda na internet por US$ 109 um pulseira eletrônica que se comunica com o smartphone pelo app e-Rosary, compatível com Android e iOS.

A pulseira com uma "cruz inteligente" é fabricada em hematita e ágata negra.

No lançamento do produto, em 14 de outubro de 2019, um porta-voz da Santa Sé explicou que o dispositivo é ativado com um sinal da cruz.

A pulseira e o app ficam sincronizados para registrar o avanço das orações do terço selecionado.

O app também contém pequenas pregações em áudio e imagens de santos produzidas exclusivamente para o dispositivo. 

Pulseira e smartphone ficam sincronizados

"O Rosário é uma bela tradição espiritual para contemplar o Evangelho com Maria, é uma oração simples e humilde", disse o padre Frédéric Fornos, o porta-voz.

Ele não informou quais são as expectativas de venda do e-Rosary.

Os jovens estão cada vez mais distantes das religiões organizadas, por vários e profundos motivos, e não será com esse tipo de bugiganga de oportunismo comercial que eles passarão a frequentar as igrejas.



Com informação e fotos do site Click Pray eRosary.



Valdemiro quer obter R$ 20 mi com venda de tijolinhos de Deus

Apóstolo da Renascer lança perfume 'Inesquecível'

Perua gospel afirma que quem usa sua grife é ‘escolhida por Deus’

Pastor que se veste de mendigo em culto tem Porsche e Ferrari




Comentários

Anônimo disse…
Acho que foi a coisa mais inútil que já vi em toda minha vida.
Anônimo disse…
Cristãos querem ser HigTechs kkkkkkkkkkkkk.