Internado no melhor hospital do país, Caiado agradece a Deus e às orações

Orações para quem está
 em hospital de primeira
 linha têm maior força?

[opinião] De um quarto no hospital Sírio-Libanês, o governador Ronaldo Caiado (Democratas) [foto], de Goiás, postou nas redes sociais um vídeo com agradecimento a Deus e às orações da população.

Com sintomas de infarto, ele foi transferido às pressas de um hospital em seu Estado para São Paulo, onde foi submetido a um cateterismo e uma angioplastia.

Por que será que Deus socorre mais quem pode pagar o melhor e mais caro hospital do Brasil?

No caso de Caiado, ainda é preciso saber se ele vai cobrir os custos da internação com o seu próprio dinheiro ou se com recursos dos cofres públicos de Goiás.

É uma vergonha: os pobres, além de enfrentarem as filas do SUS, ainda têm de orar para seus representantes internados em hospitais de primeira linha.

Quando os políticos forem obrigados a se tratar no serviço público de saúde, talvez Deus compareça com mais frequência nos hospitais públicos.


Com informação das redes sociais.



Curandeiro Valdemiro se interna no melhor hospital

Curandeiro João de Deus se interna no Sírio Libanês

Médium João de Deus reza em hospital por mulher de Lula

‘Quem nos guarda é Deus’, diz Rezende em hospital top




Comentários

  1. Goiás é tão querida por esses políticos que tem que ir em hospital de São Paulo pra ter tratamento de primeira, é muita cara de pau, quem sabe se não usassem dinheiro público pra gastar com trio elétrico em Marcha pra Jesus e eventos gospeis em geral, quem sabe assim teria dinheiro pra hospital de primeira linha em Goiás.

    ResponderExcluir
  2. Uma vez que Jesus disse que quem crer, se tomar veneno, não vai sofrer nenhum mal, então todos os crentes deveriam tomar veneno e mostrar que não sofreram nenhum mal.

    ResponderExcluir

Postar um comentário


EDITOR DESTE SITE

Paulo Roberto Lopes é jornalista

profissional diplomado. Trabalhou

no jornal centenário abolicionista

Diario Popular, Folha de S.Paulo,

revistas da Editora Abril e

em outras publicações.

Contato