Mundial adota carnê para impedir que pastores ponham a mão no dinheiro

A Mundial instituiu em seus templos “a mesa do carnê”, para que os fiéis paguem dízimo ou façam doação diretamente na conta da matriz da igreja, em vez de darem dinheiro em espécie aos pastores.

O site da Mundial diz que se trata de uma campanha para que os “Amigos de Deus” possam ajudar a pagar horário na TV.

A campanha, contudo, tem um propósito não assumido oficialmente.

A “mesa do carnê” é uma tentativa da Igreja de Valdemiro Santiago de impedir que os pastores fiquem com o dinheiro arrecadado, sem o repasse combinado para a matriz.

Afundada em uma crise financeira, a Igreja Mundial está se dissolvendo lentamente, há pelo menos cinco anos, deixando de ser uma possível concorrente de peso à Igreja Universal.

É grande a tensão dentro da Mundial. Pastores não conseguem ter uma "renda', conforme diz na internet um deles, e há acusações de Valdemiro e de seus bispos mais próximos de que tem havido desvio das doações.

Em contrapartida, há reclamação de pastores de que não recebem socorro da matriz.

A Igreja está fazendo uma campanha para que os fiéis denunciem os pastores que não tiverem em seu templo a “mesa do carnê”.

Em vídeo [ver abaixo], um pastor, falando em nome da direção da Mundial, incita os fiéis a enviarem para um número do WhatsApp fotos deles em templos que não tiveram os carnês.

“Aí você manda a foto, e no outro dia a mesa [do carnê] tai”, diz o pastor do vídeo.

“É capaz de a mesa ir andando.”

O site da Mundial informa que os fiéis poderão também pagar o dízimo por intermédio de um app ou de uma página na internet.

Não cita o pagamento em dinheiro diretamente aos pastores.

A Igreja Mundial não confia em seus pastores.



Com informação da Igreja Mundial, Youtube e de outras fontes.





Aviso de novo post por e-mail

Valdemiro Santiago vende chave ungida por R$ 300

Mundial vende martelo divino pela ‘ofertinha’ de R$ 1.000

Milagreiro Valdemiro procurou médico para curar seu joelho

Igrejas que exploram pobres ferem Estado laico, afirma juiz




Valdemiro diz que sua camisa ensanguentada já curou uma fiel


A responsabilidade dos comentários é de seus autores.

Comentários