Nos EUA, não religiosos superam evangélicos e empatam com católicos

Os grupo de pessoas não afiliadas a nenhuma religião, o “nones”, nos Estados Unidos passaram em 2018 a representar 23,1% da população, superando os evangélicos (22,5%) e praticamente empatando com os católicos (23,0%).

A pesquisa foi feita pela General Social Survey, instituto que monitora as mudanças comportamentais naquele país.

Nos Estados Unidos, tido como o maior país desenvolvido cristão do mundo, o crescimento dos “nones” se acelerou nos últimos dez anos, conforme mostra o gráfico abaixo.

Estatisticamente, os três grupos estão no mesmo patamar, mas, se a tendência se mantiver, o de não religiosos vai superar os demais nos próximos cinco anos.

“Não há sinais de que a tendência possa mudar”, disse Ryan P. Burge, professor da Eastern Illinois University.

Burge prevê uma mudança no perfil dos políticos, que passarão a defender mais a separação entre Estado e Igreja, para obter votos de um segmento em expansão da sociedade.



Comentários

Postar um comentário

EDITOR DESTE SITE

Paulo Lopes é jornalista profissional diplomado.
Trabalhou no jornal centenário abolicionista
Diario Popular, Folha de S.Paulo, revistas da
Editora Abril e em outras publicações.