Padre da França diz que não há violência no estupro da pedofilia

O abade Alain de La Morandais causou polêmica aos participar nesta segunda-feira, 18 de março de 2018, de um programa de televisão da França, para falar sobre a pedofilia na Igreja Católica.

"Diz-se sempre que estupro é violência, mas, a princípio, eu não penso assim", disse o abade.





Entrevistado após a condenação do cardeal francês Philippe Barbarin por ocultamento de agressão sexual, o padre de 83 anos disse ter escutado em diversas confissões que "uma criança procura espontaneamente a ternura de um homem ou uma mulher (...). Muitas vezes são crianças com frustração de ternura".

A jornalista Audrey Crespo-Mara lembrou o padre de que "a responsabilidade [de um crime sexual] está no adulto".

La Morandais replicou: "Vocês todos devem ter notado que uma criança, ela vem e te beija na boca".

Juliette Méadel, ex-secretária de Estado da França, twittou um recado ao sacerdote: "Ao invés dessas justificativas desprezíveis, peça perdão a todas as crianças vítimas de padres pedófilos".

Abade La Morandais
disse que crianças
 beijos adultos na boca






Aviso de novo post por e-mail

Cardeal abusador de crianças na Austrália não demonstra remorso, afirma juiz

Sucessão de abusos mostra que a Igreja Católica está moralmente falida

Cem mil pessoas sofreram abuso de padres nos Estados Unidos




Marie tinha 13 anos e estava doente quando foi estuprada por um padre


A responsabilidade dos comentários é de seus autores.

Comentários

MARCELO disse…
Além de gagá, esse padre tem culpa no cartório.

-------- Busca neste site --------