Vereador evangélico de Camboriú que impor leitura da Bíblia a estudantes

Autor afirma que
proposta nada tem
a ver com religião

Um projeto de lei em tramitação na Câmara de Vereadores de Balneário Camboriú (SC) quer tornar obrigatória a leitura de trechos da Bíblia antes das aulas em todas as escolas municipais.

A proposta teve parecer favorável da Procuradoria do legislativo municipal e foi aprovada pela Comissão de Constituição de Justiça (CCJ) da Casa, mas ainda não tem data para ser votada.

O autor da proposta é o vereador Omar Tomalih (PSB), presidente da Câmara. Ele é evangélico, mas diz que a leitura da Bíblia não tem relação com religião.




"A Bíblia é um manual que está em mais de 90% dos lares brasileiros, onde ela prega valores, princípios e bons costumes. É isso que queremos ensinar. Nós não estamos pregando religião alguma", disse Tomalih.

O vereador Lucas Gotardo (PSB) é contra. Ele elaborou projeto para substituir a leitura da Bíblia pela da Constituição Federal no início das sessões do legislativo. A proposta ainda não foi votada.

Para ele, a escola e a Câmara não são lugares para a leitura da Bíblia, ainda que ele acredite que ela contribua com valores e princípios.

Com informação do G1





Aviso de novo post por e-mail

Deputado de Goiás quer Bíblia nas escolas para uso científico

Prefeita de Guaratinga veta lei de leitura da Bíblia nas escolas

Cidade do Canadá veta trechos ofensivos da Bíblia em escola





Onde termina o extremismo religioso e começa a loucura?


A responsabilidade dos comentários é de seus autores.

Comentários

-------- Busca neste site