Pular para o conteúdo principal

'Embaixador' do papa na França, Luigi Ventura, é investigado por agressão sexual


Não somente uma. Mas duas denúncias de assédio sexual foram apresentados pelo Ministério Público de Paris, nesta segunda feira (18/02/2019) contra o núncio apostólico na França, Luigi Ventura, de 74 anos. O arcebispo italiano Ventura  é núncio apostólico (função de embaixador do Vaticano)  desde 2009, tendo sido nomeado por Bento Bento 16. 

Agora, o funcionário da municipalidade de  Paris —  identificado como  Benjamin G, de 39 anos —informou  monsenhor Luigi Ventura também   fez-lhe "ataques sexuais", na mesma cerimônia oficial do dia 17 de janeiro no Hotel de Ville (Prefeitura). 

O Le Monde já havia noticiado  que o MP de Paris abrira inquérito no dia 24 de janeiro para apurar acusação feita por um funcionário público municipal  — este sem codinome ou identificação — 
sob alegação de ter sido assediado pelo Núncio  no dia em que a prefeita  de Paris, Anne Hidalgo,  recebe  diplomatas do mundo todo no salão do Hotel de Ville.  Emmanuel Macron, o p´residente, já havia recebido o mesmo corpo diplomático a 4 de janeiro (ver foto). 

Núncio Luigi Ventura,  investigado pela Polícia, 
em evento de 4 de janeiro, com o presidente 
 francês Emmanuel Macron 


Mão Boba

Le Monde relata que Benjamin G teria tido as nádegas apalpadas pelo núncio apostólico.  A vítima contou ao  jornal  que durante uma cerimônia o núncio apostólico Luigi Ventura o apalpou e em seguida que sorriu “como se fosse algo normal”.  

De acordo com Benjamin G, monsenhor Ventura colocou a mão esquerda em seu ombro e com a  direita apertou-lhe as  nádegas e  com um sorriso descontraído, como se fosse algo normal.  "Eu congelei, estávamos em plena cerimônia, saí dali", relatou.   

A denúncia é muito parecida com a da  primeira acusação.  Na primeira, Ventura “acariciou de maneira insistente e repetida as nádegas do jovem durante a cerimônia. Ele colocou as mãos em suas nádegas várias vezes”,  conforme informou uma autoridade da prefeitura, sob anonimatoo.

"Ele acariciou e acariciou suas nádegas várias vezes diante de testemunhas", disse um porta-voz da Prefeitura aos jornalistas. "Nosso funcionário ficou muito surpreso e não sabia o que fazer."

De acordo com esse porta-voz, Luigi Ventura tocou o empregado três vezes durante um período de cerca de uma hora antes de o rapaz sair da cerimônia, depois de relatar os incidentes a seus superiores. O porta-voz disse ainda que Ventura não se desculpou.
.  

Papa em Paris 
   
O diretor interino da assessoria de imprensa do Vaticano, Alessandro Gisotti, disse aos jornalistas: "A Santa Sé soube da imprensa que uma investigação foi lançada pelas autoridades francesas a Monsenhor Luigi Ventura, núncio apostólico em Paris. 

O caso assume delicadeza diplomática, pois além de serem agora duas as acusações,  é revelado na mesma semana em que o papa Francisco realizará uma cúpula no Vaticano para debater os casos de abusos sexuais cometidos dentro da Igreja Católica.

Ventura letrado

Ordenado em 1969, aos 25 anos de idade, para a diocese italiana de Brescia, Lombardia, região de onde é natural, nascido em Borgosattolo,  Luigi Ventura foi  nomeado para a Nunciatura Apostólica pelo papa anterior, Bento 16.  Em 1978, ele foi convocado a trabalhar para o serviço diplomático da Santa Sé, onde estudou na Pontifícia Academia Eclesiástica.   O papa João Paulo 2º o nomeou arcebispo em 25 de março de 1995. Antes da Franca, serviu em Costa do Marfim, Burkina Faso e Níger (África) e Chile e Canadá (América).

O arcebispo  tem  doutorado em Letras Modernas e é formado em Direito Canônico.  Além do italiano, fala inglês, francês e espanhol e compreende bem o português.

Com informações de: Le Monde, Agência Ansa, Expresso e National Post 


Rede de prostituição operava dentro do Vaticano, diz jornal

Comentários

Post mais lidos nos últimos 7 dias

90 trechos da Bíblia que são exemplos de ódio e atrocidade

Morre o americano Daniel C. Dennett, filósofo e referência contemporânea do ateísmo

Veja 14 proibições das Testemunhas de Jeová a seus seguidores

Britney Spears entra na lista de famosos que não acreditam em Deus

Oriente Médio não precisa de mais Deus. Precisa de mais ateus

Veja os 10 trechos mais cruéis da Bíblia

Vídeo mostra adolescente 'endemoninhado' no chão. É um culto em escola pública em Caxias

Ignorância, fé religiosa e "ciência" cristã se voltam contra o conhecimento

Prefeito de Sorocaba não acata Justiça e mantém Bíblia em escolas

TJs quase conseguiram que Michael Jackson destruísse Thriller antes do lançamento