Pular para o conteúdo principal

Secretária da Família defende a criação da ‘bolsa estupro’

Angela Gandra Martins (foto abaixo), da equipe da ministra Damares Alves, defende uma ajuda financeira às mulheres vítimas de estupro que decidirem manter a gravidez.

Essa ajuda é chamada popularmente de “bolsa estupro”.

Gandra é de uma
família conhecida pelo
 fundamentalismo católico

É uma proposta incipiente.

Em entrevista que deu ao “O Globo”, Martins não falou que valor teria a bolsa e nem como se comprovaria que uma mulher grávida foi estuprada.

Ativista pró-vida, Angela Gandra Martins ainda não assumiu a Secretaria de Família do Ministério dos Direitos Humanos, mas já está dando expediente.

Com informação de O Globo.



Aviso de novo post por e-mail

Damares admite que o Estado é laico, mas ela é ‘terrivelmente cristã’

Bolsonaro vai ter de aceitar que a Constituição está acima de Deus

Políticos adotam pregação de pastores, e Estado laico tende a desaparecer




O que pode ocorrer com ateus em um país em que 'Deus está acima de tudo'?


A responsabilidade dos comentários é de seus autores.

Comentários

Posts mais acessados na semana

Dona Religião é casada com sr. Atraso e têm vários filhos

Bolsonaro fica irritado com aprovação da CoronaVac que vai salvar vidas

Aprovação da CoronaVac significa duro golpe no bolsonarismo

90 trechos da Bíblia que são exemplos de ódio e atrocidade

Bolsonaro compra a novela 'Os dez mandamentos' da Record para a TV Brasil