Estrangeiras e brasileiras dizem a Bial que sofreram abuso de João de Deus

A coreógrafa holandesa Zahira Nieleke Lous disse que, durante uma consulta com o João de Deus, teve de pegar no pênis do médium e sofreu penetração por detrás em outros encontros.

Em uma ocasião, quando esteve com o médium, pensou: “Por que tenho que colocar minha mão no seu pênis para ser curada?"

Ela se colocou de joelhos diante do curandeiro e "ele abriu a calça e colocou a minha mão no seu pênis.”

Não é a primeira vez
 que o curandeiro é
acusado de abusar
 de mulheres

Há acusação de abuso sexual de outras mulheres. Muitas delas não denunciam o médium para não se exporem.

Esse não foi o caso de Zahira, da fotógrafa americana Amy Biank e de outras três mulheres, brasileiras, que deram depoimento ao programa Bial.

Em vídeo, sem mostrar o rosto e com voz distorcidas, as brasileiras disseram que tiveram de masturbar o curandeiro ou fazer sexo oral nele.

A produção da emissora entrou em contato com dez mulheres que, segundo elas, sofreram abuso do famoso médium brasileiro.

João Teixeira de Faria, o João de Deus, dá atendimento espiritual na Casa Dom Inácio de Loyola, em Abadiânia (GO). Ele é procurado por muitos estrangeiros.

Em nota, a assessoria do médium negou “veementemente qualquer pratica imprópria em seus atendimentos”.

Zahira acredita que, agora que sua denúncia se tornou pública, outras mulheres denunciem o médium.



Com informação da TV Globo.



Aviso de novo post por e-mail

Fortuna de João de Deus inclui garimpo e fazenda de R$ 2 mi

João de Deus 'usa velhos truques', afirma James Randi

Medicina salva o curandeiro João de Deus de um câncer




Polícia indicia três acusados de incorporar espíritos para abusar de fiéis


A responsabilidade dos comentários é de seus autores.

Comentários

-------- Busca neste site