Ferramenta aponta ao eleitor de SP candidatos que são contra religião na escola

A ferramenta on-line "Match Eleitoral" ajuda os eleitores do Estado de São Paulo a encontrarem o perfil de candidatos a deputado federal e a senador que mais lhes seja adequado.

Desenvolvido com base no soft "Paquera", o soft que está disponível no site da Folha de S.Paulo pede ao eleitor que concorde ou discorde, parcial ou integralmente, com questões importantes para o Brasil pelos candidatos.

Uma das questões diz: “É importante que a escola de meu filho ensine valores religiosos”.

Soft mostra os
 candidatos que mais
 têm posicionamentos
semelhantes com o eleitor

O eleitor também terá de informar se a questão para a escolha do candidato é “nada importante”, “um pouco importante” ou “muito importante”.

Quando o eleitor responder a todas as questões, entre os candidatos sugeridos pela ferramenta estarão aqueles que não aceitam o ensino de valores cristãos na escola ou, dependendo das opções assinaladas, quem apoia a disseminação do cristianismo em sala de aula.

É possível acessar a íntegra dos posicionamentos cadastrados pelos candidatos.

Outras questões são:

- O casamento deve ser sempre entre um homem e uma mulher.

- A defesa dos direitos humanos é fundamental para combater as injustiças da sociedade.

- A diferença entre ricos e pobres depende do esforço de cada um.

- É importante que se discuta a liberação de algumas drogas como alternativa para combater a criminalidade.

- O aborto, nos casos em que a vida da mulher não está ameaçada, deve ser sempre ilegal.

- A pena de morte é a melhor punição para indivíduos que cometem crimes graves.

- Controlar a inflação é mais importante do que ter crescimento econômico.

- Privatizações melhoram a vida das pessoas.


- O Estado deve promover o crescimento econômico, com o uso de recursos públicos para ajudar empresas a crescer.

- A reforma da Previdência Social é necessária para ajustar as contas públicas do país e deve incluir trabalhadores da iniciativa privada e do funcionalismo público, sem excluir nenhuma categoria.

- Funcionários públicos devem ser avaliados e também devem estar sujeitos à demissão, assim como acontece nas empresas privadas.

- A indústria nacional deve ser protegida da concorrência de produtos importados.

- É preferível pagar menos impostos ao governo e contratar serviços particulares de educação e saúde.

- Para o Brasil, é mais importante usar suas áreas de florestas para gerar riqueza com a agricultura do que preservá-las.

- Pessoas que não têm condições de pagar por uma casa estão certas em ocuparem imóveis que estão vazios há muitos anos.

- O Bolsa Família é necessário em um país pobre como o Brasil.

- A operação Lava Jato está combatendo a corrupção em todos os partidos políticos envolvidos com desvios de forma equilibrada e justa.

- Cotas para negros em universidades e concursos públicos são uma boa solução para corrigir os erros que o Brasil cometeu no passado contra essa parte da população.

- Quanto mais o Exército atuar na seguranças pública das cidades, melhor para todos.



Aviso de novo post por e-mail

Procuradoria admite que religião pode desequilibrar eleições de 2018

Crivella afirma que só o ‘Brasil evangélico é que vai dar jeito nessa pátria’

Nova lei eleitoral beneficiará igrejas evangélicas, diz jornal




Marina critica o slogan ‘Deus acima de todos’ da campanha de Bolsonaro

A responsabilidade dos comentários é de seus autores.

Comentários

-------- Busca neste site