Jornal de Angola diz que Igreja Universal impõe vasectomia a pastores

O “Jornal de Angola” publicou denúncia de mães de duas jovens denunciando que a Igreja Universal obrigou os noivos de suas filhas a vasectomia. Eles são pastores.

Fiéis da Universal há cerca 30 anos, as mães entraram em contato com o jornal na expectativa de que a Igreja, diante da denúncia, desista do procedimento.

A vasectomia não “tem respaldo da Bíblia”, afirmou uma delas, segundo o jornal.

Em um documento, as duas noivas afirmaram que estão tristes porque elas, com seus futuros maridos, “não vão poder ter filhos para o resto da vida, porque essa operação não tem volta”.

Um bispo teria dito a um grupo de noivas: “Vocês podem ir queixar-se onde quiserem, pois eu não tenho medo de ninguém.”


O jornal publicou que a Universal, por intermédio de “uma figura proeminente da Igreja” naquele país, anunciou pela primeira vez sobre a obrigação da esterilidade dos pastores em setembro ou outubro de 2017.

De acordo com o jornal, a Universal estaria mandando os pastores a uma clínica da África do Sul para a realização da cirurgia.

Por duas vezes o jornal entrou em contato com a Universal, indo à Catedral de Muculusso [mapa], para ela se manifestar sobre as denúncias, além de enviar perguntas por e-mail.

“Um pastor contatado não confirmou nem negou a veracidade da denúncia”, publicou o jornal. “Mas ele admitiu haver uma orientação aos pastores para não terem muitos filhos, para que não atrapalhem o trabalho pastoral.”

O pastor Jimi Inácio, porta-voz da Igreja em Angola, disse ao jornal de processá-lo se denúncia fosse publicada.

O Jornal de Angola informou que não é a primeira vez que a Universal é acusada de obrigar seus pastores à esterilização.

Publicou que há vários vídeos [um deles abaixo] na internet com a mesma denúncia, como o intitulado “Bispo Macedo proíbe pastores de terem filho”, divulgado em junho de 2014, onde uma jornalista da Veja entrevista um ex-pastor. 



Netos de Edir Macedo foram roubados em Portugal, diz TV

TV portuguesa denuncia Universal de tráfico de crianças

Universal rebate a acusação de que faz tráfico de crianças




Jornalistas de Portugal criam site para investigar Igreja Universal

A responsabilidade dos comentários é de seus autores.

Comentários

-------- Busca neste site