Vaticano investiga bispo da CNBB que é suspeito de assediar jovem

O Vaticano está investigando denúncias que envolvem dom Tomé Ferreira da Silva em abusos sexuais.

Após a divulgação das denúncias pela imprensa, o bispo renunciou à coordenadoria regional da Arquidiocese de Ribeirão Preto (SP). O cargo faz parte da hierarquia a CNBB.

Na CNBB, ele era responsável pelos bispados das regiões de Barretos, Catanduva, Jales, Votuporanga e Rio Preto.

Dom Ferreira
da Silva pediu
 renúncia

Dom Ferreira da Silva é suspeito de assediar um jovem — entre as provas há uma troca de mensagens — e de acobertar padres pedófilos.

Dom José Negri, bispo da Diocese Santo Amaro e amigo do papa Francisco, é o investigador do caso.

Procurado por jornalistas, dom Ferreira da Silva não se manifestou para apresentar a sua defesa ou dar a sua versão sobre as denúncias.

Com informação de Jocelito Paganelli, TV TEM.


Aviso de novo post por e-mail

Igreja Católica do Brasil tem menos pedófilos do que outras?

STJ condena Igreja Católica por pedofilia cometida por padre

Chile pressiona Igreja a esclarecer queima de arquivos sobre pedofilia




Papa admite que pedofilia abalou a credibilidade da igreja

A responsabilidade dos comentários é de seus autores.

Comentários

-------- Busca neste site