Pular para o conteúdo principal

Começa a valer veto à burca na Dinamarca; muçulmanas protestam


Muçulmanas
 reclamam de
discriminação
 religiosa


[notícia]

Muçulmanas da Dinamarca fizeram hoje (1º de agosto de 2018) protesto contra a lei que proíbe o uso de burca, nicabe e outras vestimentas islâmicas que cobrem o rosto.

Elas afirmam que são vítimas de discriminação religiosa.

A lei entrou hoje em vigor. Quem a descumprir terá de pagar multa de até mil euros. 

O parlamento dinamarquês aprovou o veto para assegurar a integração à sociedade de imigrantes que obtiveram asilo do país.

Medida semelhante já vigora em países europeus, como França, Bélgica e regiões da Suíça, Itália e Alemanha.

Com informação da Agência Brasil e de outras fontes.


Lei da Dinamarca obriga Igreja a celebrar casamento gay

Imã de mesquita da Dinamarca prega chibatadas a adúlteros

Lei da Dinamarca obriga Igreja a celebrar casamento gay





Maioria dos muçulmanos quer adoção da sharia, mostra estudo

A responsabilidade dos comentários é de seus autores.

Comentários

Editor deste site
Paulo Lopes é jornalista
Trabalhou no jornal 
abolicionista Diario Popular, 
Folha de S.Paulo, revistas da
Editora Abril e em outras 
 publicações. 
Contato

POSTS MAIS LIDO EM 7 DIAS

Ministro de Israel que disse ser o Covid-19 castigo divino contra gay pegou o vírus

Nos EUA, cultos de igreja pentecostal contaminam 71 fiéis com o Covid-19

Cristianismo é a religião que mais perseguiu o conhecimento científico