Polícia da Índia prende freira da ong Madre Teresa sob suspeita de venda de bebê


Polícia suspeita que a
 organização tenha um
comércio de bebês

A polícia do Estado de Jharkhand, Índia [mapa abaixo], prendeu uma freira da organização Missionárias de Caridade Madre Teresa sob a acusação de ela ter vendido um bebê de 14 dias.

Rupa Kumari, presidente da Child Welfare Committee, disse que a freira vendeu o menino no dia 19 de março de 2018 por 120.000 rúpias, cerca de R$ 7.000.

O casal admitiu ter dado o dinheiro para a missionária, mas alegou que era para despesas de hospital.

A polícia está investigando a denúncia  da Child Welfare e pode descobrir outros casos de venda de bebês, por preços que variam de 50.000 rúpias a 70.000.

Ganhadora do Prêmio Nobel, Madre Teresa (1910-1997) é uma figura polêmica.

Entre outras coisas, ela foi acusada de não cuidar do sofrimento dos doentes internados em sua instituição porque assim, segundo ela, eles iriam para o Paraíso.

Ela enviou milhões de dólares para o Vaticano.





Documentos provam o quanto Madre Teresa foi inescrupulosa

Já está provado que 1º milagre de Madre Teresa foi uma farsa

Onde foram parar o dinheiro e doações à madre Teresa?




Masoquismo fez irmã Dulce dormir 30 anos em cadeira

A responsabilidade dos comentários é de seus autores.


Comentários

Busca neste site