Barbara: 'O padre começou a me estuprar quando eu tinha seis anos'


'Os abusos
prosseguiram
até os meus
12, 13 anos'

[depoimento]

por Barbara Dorris

O tio da minha melhor amiga era um padre em nossa paróquia. George Lodes começou a me estuprar quando eu tinha seis anos. Também violentou a sobrinha.

Ele disse que tinha sido enviado por Deus para salvar a minha alma, pois eu era uma criança má.

Eu pensava que ele soubesse que eu desobedecia minha mãe e que o estupro era minha punição.

Os abusos prosseguiram até os meus 12 ou 13 anos.


À medida que ficávamos mais velhas, ele começou a nos ‘dar’ para outros padres.

Quando eu contei a minha história ao bispo, ele não negou que tivesse ocorrido. Disse apenas que o padre Lodes era um bêbado e que eu devia ter me desenvolvido sexualmente muito precocemente.

Eu reprimi completamente a memória e segui com a minha vida. Nunca namorei, nunca quis me relacionar.

Não compreendi, durante décadas, que as pessoas sentiam emoções. Fui casada por 48 anos e criamos seis filhos juntos.

Pergunto-me como eu teria sido se não houvesse o abuso.

Presenciei meus filhos fazendo escolhas sobre as suas vidas e percebo que nunca senti que tive opção.

Tive de obedecer, pois era má.

Barbara Dorris tem 70 anos. Ela mora em Saint Louis, no Missouri (Estados Unidos). Depoimento foi concedido a Rodrigo Craveiro, do Correio Brazilienze. Com foto de arquivo pessoal.


Padre de Michigan suspeito de abuso diz que a culpa é da vítima

Padre pedófilo só teve de rezar Ave-Maria para ser perdoado



A responsabilidade dos comentários é de seus autores.


Comentários

-------- Busca neste site