PGR suspeita que pastor Malafaia tenha lavado 'vultosos recursos'


Na mira da
da Procuradoria
e da Justiça

O Globo informa que o pastor Silas Malafaia voltou "à mira dos investigadores" da Lava Jato.

O jornal obteve documento sigiloso no qual a Procuradoria Geral da República pede ao Superior Tribunal de Justiça "o aprofundamento das investigações contra o pastor, sob o argumento de que e existem provas de que ele recebeu 'vultosos recursos oriundos de um dos principais investigados' e que há indício do crime de lavagem".

Lavagem de dinheiro em nome de Jesus.


Silas Malafaia começa a fazer campanha para Bolsonaro



A responsabilidade dos comentários é de seus autores.


Comentários

Busca neste site