Jornalistas de Portugal criam site para investigar Igreja Universal


Site arrecada
 fundos para
 pagar advogados

do Correio da Manhã
de Portugal

As jornalistas Alexandra Borges e Judite França, autoras da série de reportagens O Segredo dos Deuses, que revelou o esquema de adoções de crianças portuguesas por parte de altos responsáveis da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD), criaram um consórcio internacional de jornalistas, intitulado The Universal Truth, e um site para continuar a investigar denúncias relativas às praticas ilegais desta organização brasileira.

O CM apurou que a iniciativa tem permitido acelerar as investigações (nomeadamente o acesso a documentos) — que vão dar origem a novas reportagens — e divulgar o caso mundialmente.

O consórcio integra as duas repórteres da TVI, os jornalistas Fábio Pannunzio e Bruna Pannunzio (Brasil), Rafael Marques de Morais (Angola), Lázaro Mabunda (Moçambique) e Rita dos Santos (brasileira radicada em Londres).


Profissionais ingleses e norte-americanos também se juntaram, mas os seus nomes ainda não foram divulgados.

Além de denunciar práticas da IURD, o site é responsável por uma campanha de arrecadamento de fundos para "pagamento de advogados e custas judiciais para defesa dos jornalistas que participam na investigação". 

Isto porque "é conhecida a tática da IURD de pulverizar processos civis e criminais", o que "faz da defesa dos repórteres algo extremamente complexo e oneroso", justifica o consórcio.

Esse fundo servirá apenas para ajudar judicialmente os jornalistas internacionais, uma vez que "a TVI fornece todo o apoio jurídico aos seus jornalistas", explicou ao Correio da Manhã a direção de informação do canal de Queluz de Baixo.

A TVI esclareceu ainda que, apesar de não estar diretamente envolvida na iniciativa, "tem conhecimento da existência do consórcio e respetivo site" e "apoia e respeita"

Contatada, Alexandra Borges não comentou.

Os vídeos de ‘O Segredo dos Deuses’ têm sido alvo de milhares de compartilhamentos nas redes sociais, o que já levou a ameaças de processos judiciais pela IURD e por Edir Macedo, líder da igreja. 
Os jornalistas têm pedido ajuda pro bono [benefício público] para legendar as reportagens on-line. 

Esse trabalho está sendo feito em inglês, espanhol, alemão e francês. 

A venda do conteúdo para outras televisões é um exclusivo da TVI.





Vídeo mostra a miséria de uma dizimista da Igreja Universal

A responsabilidade dos comentários é de seus autores.

Comentários

-------- Busca neste site