Justiça cassa mandato de vereador que pediu voto em igreja evangélica


Político é
advogado especializado
em política eleitoral

O TRE (Tribunal Regional Eleitoral) de São Paulo cassou o mandato do vereador Anderson Cornélio Pereira (PSDB), de Limeira [mapa], por abuso de poder religioso e religioso.

O juiz eleitoral Marcelo Vieira tinha recusado a denúncia do Ministério Público Estadual de que Pereira tinha usado uma igreja evangélica para fazer campanha nas eleições de 2006.

O MPE recorreu e agora saiu a sentença da cassação.

Vieira disse que vai requerer a manifestação do TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

Ele advogado especializado em direito público eleitoral.





Bolsonaro faz a ameaça de instituir um Estado cristão

A responsabilidade dos comentários é de seus autores.


Comentários