Feliciano diz que Bolsonaro é vítima do ‘globalismo ateísta’


Pastor defende candidato
fundamentalista cristão

O deputado Pastor Marco Feliciano (PSC-SP), na foto, disse que o presidencial Jair Bolsonaro está sofrendo uma campanha difamatória de bolivaristas e de ativistas do ‘globalismo ateísta’.

Ele fez essas afirmações em um vídeo [ver trecho abaixo] onde defende Bolsonaro da suspeita de ter usado lavagem de dinheiro na compra de imóveis em nome de seus familiares.


A suspeita foi levantada pelo jornal “Folha de S.Paulo”, que, para Feliciano, é um reduto de "esquerdopatas".

Só mesmo alguém desinformado ou de má fé colocaria bolivaristas e ateus no mesmo saco, porque, entre os descrentes, existe uma imensa coloração ideológica.

Quanto ao ‘globalismo ateísta’, o que há, na verdade, é um movimento global de secularização, que ainda não chegou ao Brasil, restringindo-se aos países mais desenvolvidos.

Se o Brasil estivesse sendo arejado pelos ventos da secularização, talvez um candidato como Bolsonaro, um cristão fundamentalista, não estivesse hoje em boa posição nas pesquisas.

E nem o Feliciano teria a visibilidade que tem.


Com informações da íntegra do vídeo de Feliciano e de outras fontes.




Silas Malafaia começa a fazer campanha para Bolsonaro

A responsabilidade dos comentários é de seus autores.


Comentários