União gay é distorção da criação, diz supermercado


Rede distribuiu cartilha aos
clientes pregando homofobia

do site de Veja

A rede de supermercados Hirota distribuiu uma cartilha em suas lojas direcionada às famílias com o tema “Formação de valores”. No capítulo “Os pilares do casamento”, a cartilha chama a união de gay de “distorção da criação”.

“O casamento homoafetivo está na contramão do propósito divino e não pode cumprir seu propósito. A relação carnal entre homem e homem e mulher e mulher é antinatural, é um erro, uma paixão infame, uma distorção da criação’, afirma.

O Hirota recebeu centenas de críticas sobre a cartilha nas redes sociais.


“Eu não volto mais àquele lugar. Eu não financio homofobia. Não financio transfobia. Não financio bifobia. Não financio desrespeito“, escreveu Vanessa Camargo.

Em nota, o Hirota se desculpa pela publicação e diz lamentar “qualquer transtorno que tenha causado pela distribuição da cartilha da família”.

“Reiteramos que em momento algum tivemos a intenção de polemizar, ofender ou discriminar qualquer forma de amor. Em nossos valores não há nenhum tipo de preconceito em relação a gênero, religião ou raça. Atendemos todas as famílias da mesma forma, com a mesma humildade e carinho. Nossas sinceras desculpas a todos.”

[Comentário de Paulopes: Hirota diz não ter preconceito. Imagine se tivesse...]





Comentários