Pular para o conteúdo principal

Femen diz que criança vem da mulher, e não de um deus


Ativista tentou tirar Jesus do presépio

Uma ativista do grupo Femen, com os seios de fora, tentou arrancar o bebê Jesus do cenário de Natividade da Praça São Pedro, no Vaticano, hoje (25). Ela foi impedida por um policial.

No site do movimento feminista, há uma explicação para o protesto: "Uma criança não vem de um deus, mas de uma mulher".

Nas costas da ativista que invadiu o presépio estava escrito que “deus é mulher”.





Mulher é inferior em todas as religiões, diz feminista egípcia

Comentários

Editor deste site
Paulo Lopes é jornalista
Trabalhou no jornal 
abolicionista Diario Popular, 
Folha de S.Paulo, revistas da
Editora Abril e em outras 
 publicações. 
Contato

POSTS MAIS LIDO EM 7 DIAS

Hospital de campanha de evangélicos em Nova York não aceita voluntários gays

Vídeo: R.R. Soares manda o Covid-19 para o inferno, mas não tira a máscara do rosto

Saiba por que a seita Testemunhas de Jeová é um paraíso para pedófilos