83% dos ateus não apoiam a punição de mulher por aborto


Evangélicos
são favoráveis à
 punição da mulher

À pergunta “a mulher que fizer aborto deve ir para a prisão?”, 83% dos ateus brasileiros responderam que “não”, e 17% “sim”.

A pesquisa foi feita pelo Datafolha nos dias 29 e 30 de novembro de 2017 com 2.765 pessoas, em 192 municípios.


O instituto colocou os agnósticos no grupo dos "sem religião", dos quais 53% são contra a punição.

Os evangélicos são o grupo cuja maioria (65%) acha que a mulher que abortar deve ser presa.

A maioria (57%) dos brasileiros é favorável à criminalização do aborto, mas cresceu a parcela que isenta mulher de culpa, de 23% em 2016 para 36%.

Com informação do Datafolha.


Uma a cada cinco brasileiras já fez aborto, mostra pesquisa

Mulheres que fizeram aborto relatam momentos de medo e desespero

Espírita explica por que é a favor da legalização do aborto



‘Sou contra o aborto e sou intelectual, PhD. Vai encarar?’

A responsabilidade dos comentários é de seus autores.

Comentários

-------- Busca neste site