Pular para o conteúdo principal

Charlie Hebdo sofre ameaça por satirizar teólogo muçulmano


O chargista Pierrick Juin, colaborador do jornal Charlie Hebdo, está sofrendo ameaça de morte pela internet por ter satirizado o teólogo suíço muçulmano Tariq Ramadan.

Em sua capa da edição de 1º de novembro de 2017, o jornal francês de humor faz alusão às acusações de que Ramadan estuprou pelo menos três mulheres.

Juin desenhou Ramadan dizendo “Eu sou o sexto pilar do Islã”, exibindo uma enorme ereção.


Em 7 de janeiro de 2015, dois muçulmanos mataram a tiros 12 pessoas, incluindo cartunistas e redatores, em um atentado ao jornal.

Desde 2009, Ramadan é o titular da cadeira de Estudos Islâmicos Contemporâneos da Universidade de Oxford, do Reino Unido.

A polícia francesa reforçou a segurança de integrantes do Charlie.

Com informação de sites internacionais e ilustração de divulgação.





Charlie lembra atentado com deboche ao terror islâmico

A responsabilidade dos comentários é de seus autores.


Comentários

Posts mais acessados na semana

Dona Religião é casada com sr. Atraso e têm vários filhos

Igreja Católica da Alemanha admite que freiras forneciam crianças a padres pedófilos

Bolsonaro compra a novela 'Os dez mandamentos' da Record para a TV Brasil

Papa Francisco confirma que lugar da mulher na Igreja é na cozinha

90 trechos da Bíblia que são exemplos de ódio e atrocidade