Maioria dos fiéis de Nossa Senhora defende pena de morte, mostra pesquisa


Está na
Bíblia: 'Olho por
olho, dente
por dente'

A maioria (59%) dos católicos que visitaram este ano o santuário de Aparecida do Norte é favorável à pena de morte.

A apuração foi feita por pesquisadores da Unifesp e Usp, que entrevistaram 363 pessoas em 12 de outubro, quando houve a comemoração dos 300 anos do surgimento da imagem de Nossa Senhora de Aparecida.

Entre os evangélicos, há menos adeptos da pena capital.
Pesquisa feita com integrantes da Marcha de Jesus, realizada em São Paulo no dia 15 de junho de 2017, revelou que 48% apoiam a execução de condenados.


Ambos os casos revelam que os cristãos, ao menos esses, não são adeptos do “perdão” e "amor ao próximo" e, sim, do ensinamento bíblico “olho por olho, dente por dente”.

Em outras questões, no total de 25, o perfil dos católicos e o dos evangélicos são parecidos entre si.

Do total dos evangélicos, por exemplo, 59% concordaram que “a união de pessoas do mesmo sexo não constitui família”, contra 48% dos católicos.

Os evangélicos (67%) são contra o uso do banheiro feminino por travestis, e católicos, 55%.

Com informação da Unifesp e USP.


Por que ateus apoiam menos a pena de morte que religiosos? Três hipóteses

Ateus são o grupo que menos apoia a pena de morte




A responsabilidade dos comentários é de seus autores.


Comentários