Pular para o conteúdo principal

Técnico do Santos não quer no time ‘nem padre, nem pastor’


Time é lugar de futebol

Levir Culpi (foto), técnico do Santos, disse que não admite pregação religiosa no time.

"Não gosto que levem líderes religiosos para palestras no clube”, disse.

“Mesmo um padre, uma freira, pastor, porque você vai ter que abrir para todos.”

Disse que respeita todos os religiosos, mas o Santos é jogar futebol.

“Eu não gosto muito de discutir religião e já tenho um lugar garantido no inferno.”

Com informação do Espn.




Ateu, Cruyff ironizava jogadores que faziam sinal da cruz

A responsabilidade dos comentários é de seus autores.


Comentários

Posts + acessados hoje

Desmascarador de curandeiros e paranormais, James Randi morre aos 92 anos

Pastor de Manaus é acusado de ejacular ‘esperma de Deus’ em obreiras

Fortalecida pelo bolsonarismo, associação de juristas evangélicos ameaça o Estado laico