Pular para o conteúdo principal

Igreja tem de pagar imposto porque é negócio, diz Villa


'República  não
 deve privilegiar
quem tem religião'

Ao comentar na Jovem Pan o perdão de dívidas de IPTU de igrejas pela prefeitura de São Paulo, o historiador Marco Antonio Villa [vídeos abaixo] fez uma veemente defesa do Estado laico.

“É um verdadeiro absurdo igreja não pagar imposto. Porque a igreja é um negócio. Poderia até pagar menos, mas é um negócio”, disse.

Do seu lado, o radialista Joseval Peixoto discordou: “Você já pensou a Sé (Igreja católica em São Paulo) pagando imposto?”

Villa retrucou: “Tem de pagar imposto, porque é um negócio.”

“Uma república não deve privilegiar quem tem e que não tem religião.” 

Na imprensa, Villa é um dos poucos que defendem com frequência a laicidade do Estado brasileiro.






Com informação do Youtube e de outras fontes.




Igreja Católica alemã perde fiéis, mas continua bilionária

A responsabilidade dos comentários é de seus autores.

Comentários

Editor deste site
Paulo Lopes é jornalista
Trabalhou no jornal 
abolicionista Diario Popular, 
Folha de S.Paulo, revistas da
Editora Abril e em outras 
 publicações. 
Contato

POSTS MAIS LIDO EM 7 DIAS

Vídeo: R.R. Soares manda o Covid-19 para o inferno, mas não tira a máscara do rosto

13 teorias da conspiração sobre o coronavírus. Ou: a bolsa ou a vida?

Saiba por que a seita Testemunhas de Jeová é um paraíso para pedófilos