Crivella corta verba do Carnaval. Bem feito para eleitores do Rio



O prefeito Marcelo Crivella (PRB), na foto, anunciou corte de 50% da verba prevista para o desfile do Carnaval de 2018.

Ele deu a desculpa de que as creches precisam de dinheiro.

Como pastor licenciado da Igreja Universal do Reino de Deus, Crivella acha que o Carnaval é uma festa do Satanás, de luxúria e de homossexuais.

Ele não enxerga o Carnaval como o negócio que beneficia a indústria do turismo e o comércio, garantindo, inclusive, o emprego de muita gente. E gera pagamento de impostos, ou seja, recursos para criação e manutenção de creches.

Bem feito para a maioria dos eleitores do Rio, os quais deveriam ao menos desconfiar sobre os malefícios de se eleger um fanático religioso.

Como tudo, a burrice tem consequências.

Como prefeito, Crivella é um bom pastor

Com foto da Agência Senado.

Envio de correção



Com Crivella, prefeitura do Rio de Janeiro deixou de ser laica


Comentários

Postar um comentário


EDITOR DESTE SITE

Paulo Roberto Lopes é jornalista

profissional diplomado. Trabalhou

no jornal centenário abolicionista

Diario Popular, Folha de S.Paulo,

revistas da Editora Abril e

em outras publicações.

Contato