Pular para o conteúdo principal

Dona Religião é casada com sr. Atraso e têm vários filhos



por Nazareno

Religião é uma senhora muito charmosa, elegante, atraente e enigmática.

É casada há muito tempo com o senhor Atraso e com ele tem vários filhos: preconceito, ódio, guerra, racismo, intolerância, exploração e homofobia.

A senhora Religião sempre foi muito cortejada pelas pessoas, pois durante muito tempo transmitiu a falsa imagem de bonança, caridade, amor e respeito ao próximo.

Responsável maior por quase todas as desgraças da humanidade, a dissimulada dona Religião já matou, torturou e perseguiu muitos sábios e cientistas que não lhe davam importância.

Toda poderosa, ela já teve tribunais famosos, que julgavam e matavam na fogueira os defensores de outras verdades. Giordano Bruno, Galileu Galilei dentre muitos outros sofreram as “agruras divinas”.

A estranha senhora sempre foi aliada dos mais notórios carrascos da História.

'Desprezível senhora lutar para
acabar com o Estado laico'

Dizem até que Adolf Hitler, apesar de não ter tido uma relação muito amistosa com ela, sempre explorava cinicamente a amizade dela com as outras pessoas e teria, segundo Richard Dawkins, concordado com Napoleão Bonaparte, que disse: “Religião é ótima para manter as pessoas comuns caladas” e também com Sêneca: “A dona Religião é considerada verdade pelas pessoas comuns, mentira pelos sábios e útil pelos governantes”.

Muito sinistra e hábil, a senhora Religião se associou sem nenhum acanhamento a todos os tipos de governo apenas para continuar a exploração dos mais humildes e desinformados. Importante observar que os seus filhos são instruídos e bem educados enquanto seus seguidores, na maioria dos casos, são idiotas.

Muito gananciosa e voraz, a Religião explora cinicamente os mais pobres prometendo-lhes bonança e riqueza numa terra imaginária a que todos terão acesso, mas só depois da morte.

E por falar em coisas imaginárias, todos os líderes apresentados por ela são seres igualmente imaginários que só povoam a cabeça dos mais incautos e sem leitura de mundo.

Nietzsche, filósofo, crítico e pensador alemão, tentou em vão combater as maldades dessa inútil senhora. Fracassou e terminou louco e sem muita credibilidade.

Baruch Spinoza talvez tenha feito a melhor definição dela, mas também teve de viver escondido e no anonimato.

No Brasil do século XXI, a influência da miserável está em todos os lugares conhecidos, principalmente na política.

Forte e decidida, influencia os parlamentares que pertencem à Bancada da Bíblia no Congresso.

A desprezível senhora luta com todas as suas forças para acabar com o Estado laico e pela volta vergonhosa dos conceitos da Idade Média dentro de nossa sociedade.

Aqui, sua influência cresce cada vez mais. Na política é golpista, reacionária, conservadora e rica.

Acho até que é filiada ao PSDB ou ao PMDB [Nota de Paulopes: por que não citar outros partidos, como o PRB, da Igreja Universal, e PT, que fez aliança com os evangélicos quando foi governo federal?].

Na sociedade e nos costumes se mete em tudo tentando ditar suas ultrapassadas regras de convivência. Seus filhos estão, claro, a seu serviço e não poupam esforços para manter seus privilégios e também para disseminar sua ideologia segregacionista, má, defasada e obsoleta.

Com ela e seus parentes e seguidores à frente, o mundo não caminha, não se moderniza e os direitos humanos são sempre desrespeitados.

Um mundo sem Religião seria um lugar muito melhor, é o que muitos afirmam. Basta observar, por exemplo, países como Suécia, Noruega e Japão e compará-los àquelas nações que a seguem obrigatoriamente.


Envio de correção



Ateísmo é a evolução lógica da religião, diz Richard Dawkins

Comentários

andre gialluisi disse…
A religião é sempre foi feita por homens,portanto, passivel de erros e acertos.assim como evolui conforme a humanidade
stéphano bahia disse…
Andei sabendo que alguns comparsas de Hitler era profundamente religiosos...
ex: o monsenhor Tiso (ditador eslovaco), Ante Pavelic (ditador croata), Francisco Franco (ditador espanhol)....
Unknown disse…
Texto tendencioso. O Sr. Descrença é casado com a Dona Desinformação e tem por amante a Sra. Jargões Batidos.
Por acaso existe uma pessoa com nome e sobrenome por trás desse Unknown?
Unknown disse…
Carta aos missionários ( biquíni Cavadão)
Missionários de um mundo pagão,
Proliferando ódio e destruição...
missionários MERCENÁRIOS devotos do dinheiro...( tribo de Jah)
Uma das qualidade da Religião é justamente essa capacidade de ser camaleônica. Assume as cores do poder vigente para se beneficiar.
Anônimo disse…
Todas as mazelas provocadas pela religião ao longo da história, assim como a decepção, o ceticismo e o revanchismo secular, resultantes como efeito contrário, já foram profetizados na Bíblia, o livro mais antigo do mundo. Isso não deveria ser novidade para ninguém.
Apocalipse 18 nos fala resumidamente sobre isso: Babilônia, a grande, o império mundial da religião falsa, que é comparada a uma prostituta, cometeu adultério, fornicação e todo tipo de depravação com os reis da Terra, embriagando a todos com o vinho da sua luxúria. Logo em seguida esses reis se voltariam contra Babilônia e a desterrariam por completo, de modo que a sua ruína seria uma vergonha mundial.
Unknown disse…
Religião é poder. É um dos três poderes tribais sendo entre eles o estado, o poder disciplinar e a fé como forma de conter as massas. As religiões da antiguidade como a greco-romana serviam como modelos, estereótipos e metáforas para dar exemplos à população. Já na cultura nórdica a religião era uma forma de justificar as atrocidades em nome de governantes dando a promessa de uma pós vida recompensada, o Valhalla. As monoteístas surgiram para "passar pano" para saque, estupro, roubo de terras e escravidão do homem branco quando cometia as mesmas atrocidades que as tribos que eles dizimaram. Já no oriente, a religião era mais individualista, sempre buscando um aprimoramento pessoal e espiritual porém com modernidade se tornaram extremamente materialistas com mantras para ganhar dinheiro, saúde, casa, sucesso. Se colocarmos tudo num balaio só percebemos que o que todas tem em comum é que foram criadas para servir o imaginário da raça humana. A ciência em si nem se esforça para se opor, apenas apresenta com a nossa melhor ferramenta, a inteligência, uma forma organizada de apresentar interpretações mais sólidas da realidade. Ela não é absoluta em tudo pois muito ela ainda não responde e tudo pode ser contestado se formos for capazes de apresentar as evidências dentro de um método compreensível e irrefutável. Arrancar a religião da história da humanidade é impossível. Conviver com a dicotomia de saber que há explicações simples e mais convincentes dentro dos estudos dos fenômenos naturais (que é o significado da palavra ciência) e continuar seguindo uma fé mágica e já refutada é o maior desafio de quem usa cotidianamente tecnologia, aparelhos, sistemas, métodos e processos criados com base científica.
Emerson disse…
O texto seria muito bom se não tivesse a fatídica frase de que Nietzsche acabou louco e sem credibilidade. Louco pela doença e com total credibilidade como grande mestre da arte de usar um martelo para destruir ídolos
Unknown disse…
Nunca vi tanta babaquice em um único texto
Unknown disse…
Fiquei com nojo desse texto
A mais poderosa arma de manipulação! Por haver o apelo do sobrenatural, em particular a "vida além da morte", dá um enorme poder. Cumpra os preceitos e viverá bem no além, ou reencarnará melhor, quando uma religião tem "karma". Se não cumprir, inferno de sofrimentos ou reencarna pior.
Por isso a questão laica deve ser defendida sempre, com rigor. Sem essa de "excessões" para algumas religiões / igrejas. E quando grupos religiosos ou igrejas querem ajudar em algo, que de fato o façam, com rigor na laicidade. Sem tirar proveito da desgraça alheia para influenciar e doutrinar, promover preconceitos etc. Há artigos aqui e em muitos lugares na Web sobre as "ajudas" por igrejas, que na verdade são tirar proveito e promover intolerância.
Outra questão: e o pessoal de bem das igrejas? Nada? Sempre em ações minúsculas, falta de união etc. A laicidade é algo que garante a liberdade de fé, sem extremismos. Eles deveriam antes focar nisso.
Anônimo disse…
Claro ti deve ser daqueles que dependem de muletas para encarar a realidade da vida seu fanático.

Post mais lidos nos últimos 7 dias

90 trechos da Bíblia que são exemplos de ódio e atrocidade

Escola Estadual Igreja Evangélica muda de nome e deixa de afrontar o Estado laico

Marceneiro exigia obediência bíblica de filhas para estuprá-las

Moças afirmam que o pai usava a Bíblia para persuadi-las Duas jovens — uma de 16 anos e outra de 18 — de Cariacica (ES) acusam o seu pai, um marceneiro, de abusar sexualmente delas com o argumento de que a Bíblia exige dos filhos obediência aos pais, que é uma lei de Deus. Vários trechos bíblicos se referem a essa obediência, como em Colossenses 3:20: “Vós, filhos, obedecei em tudo a vossos pais, porque isto é agradável ao Senhor". Cariacica tem mais de 340 mil habitantes e fica a 15 km de Vitória. A mulher do marceneiro o denunciou à polícia, e ele negou a violência. Mas as jovens relataram em detalhes os abusos que vinham ocorrendo havia seis meses. Inicialmente, uma não sabia que a outra era vítima de igual violência. Os relatos das jovens são parecidos entre si. O estupro se dava na casa deles, no segundo andar, geralmente após o marceneiro lembrar que a Bíblia diz que os filhos têm de fazer tudo que os pais mandam. A mãe ficou sabendo da violência no sábado, dia 1

Evangélico, chefão do tráfico no Rio manda fechar igrejas católicas

Ministro do STF critica a frase ‘Deus seja louvado’ do real

Marco Aurélio lembrou  que somente no  império  a religião era obrigatória  O ministro Marco Aurélio (foto), 65, do STF (Supremo Tribunal Federal), disse que não consegue conceber “que nas notas de moedas do real nós tenhamos ‘Deus seja louvado’”, porque isso fere a laicidade do Estado. Em uma entrevista ao UOL, lembrou que na argumentação de seu voto favorável à descriminalização do aborto de fetos anencéfalos, em abril, ressaltou que o Brasil não está mais no império, “quando a religião católica era obrigatória e o imperador era obrigado a observá-la”. “ Como outro exemplo de incompatibilidade com o Estado laico ele citou o crucifixo do plenário do STF. “Devíamos ter só o brasão da República.” Aurélio elogiou a decisão do Tribunal de Justiça gaúcho pela retirada do crucifixo de todas as suas dependências, o que demonstra, segundo ele, que o Rio Grande do Sul é um Estado que “está sempre à frente em questões políticas”. Celso de Mello, outro ministro do Supremo, já

Intel deixa de ajudar escoteiros que discriminam gays e ateus

Arcebispo afirma que vida dos descrentes não tem sentido

Para Battisti, o sentido da vida está no sobrenatural  O arcebispo Anuar Battisti (foto), 59, de Maringá (PR), escreveu um artigo onde aborda um tema recorrente por parte de religiosos, o de que não há sentido na vida dos descrentes em Deus. “Este ambiente de descrença, misturado com ateísmo, leva a pessoa a viver no deserto da vida sem gosto, sem rumo, vagando em busca de um sentido”, escreveu dom Battisti no artigo publicado no Diário.com. “A ausência de Deus cria na alma humana um vazio de sentidos que leva ao desespero, à negação de tudo o que diz respeito ao sobrenatural”, acrescentou. A americana Paula Kirby, consultora de organizações seculares, escreveu recentemente no Washington Post que quem precisa de Deus para que a sua vida tenha um significado é porque a sua família e amigos, em tese, não têm nenhum valor. O que, obviamente, é um absurdo. Ninguém precisa de Deus, por exemplo, para amar seus filhos. Kirby argumentou que é o cristianismo que tenta tirar todo

Médico acusado de abuso passa seu primeiro aniversário na prisão

Roger Abdelmassih (reprodução acima), médico acusado de violentar pelo menos 56 pacientes, completou hoje (3) 66 anos de idade na cela 101 do pavilhão 2 da Penitenciária de Tremembé (SP). Foi o seu primeiro aniversário no cárcere. Filho de libaneses, ele nasceu em 1943 em São João da Boa Vista, cidade paulista hoje com 84 mil habitantes que fica a 223 km da capital. Até ser preso preventivamente no dia 17 de agosto, o especialista em reprodução humana assistida tinha prestígio entre os ricos e famosos, como Roberto Carlos, Hebe Camargo, Pelé e Gugu, que compareciam a eventos promovidos por ele. Neste sábado, a companhia de Abdelmassih não é tão rica nem famosa e, agora como o próprio médico, não passaria em um teste de popularidade. Ele convive em sua cela com um acusado de tráfico de drogas, um ex-delegado, um ex-agente da Polícia Federal e um ex-investigador da Polícia Civil. Em 15 metros quadrados, os quatros dispõem de três beliches, um vaso sanitário, uma pia, um ch

PSC radicaliza ao dar apoio a Feliciano, afirma Wyllys

por Ivan Richard da Agência Brasil Deputado disse que resposta também será a radicalização O deputado Jean Wyllys (PSOL-RJ), na foto, criticou a decisão do PSC de manter o pastor Marco Feliciano na presidência da Comissão de Direitos Humanos e Minorais da Câmara. Para Wyllys, o acirramento dos ânimos por parte do PSC pode provocar ainda mais confusão nas sessões da comissão. Feliciano é acusado por de ter feito afirmações homofóbicas, como a de que a "Aids é câncer gay", e racistas. “Não falo em nome do movimento [LGBT], mas, se um lado radicaliza, o outro tende a radicalizar. Se o PSC radicaliza e não ouve a voz dos movimentos socais, das redes sociais, o pedido para que esse homem saia da presidência, se a tendência é radicalizar e não dar ouvidos, é lógico que o movimento radicalize do outro. Isso não é bom para a Câmara, para o Legislativo, para o PSC, nem para o país”, disse Wyllys. Wyllys afirmou que as lideranças do PSC estão “confundindo” as criticas ao

Nobel da Academia Pontifícia diz a bispos que a evolução é fato

por Telmo Pievani , do Corriere della Sera Arber acredita que fé e ciência são compatíveis O presidente da Academia Pontifícia das Ciências, Werner Arber  (foto), biólogo prêmio Nobel de Medicina em 1978, proferiu, no dia 12 de outubro passado, uma conferência sobre as relações entre ciência e fé, apresentada ao pontífice e aos membros do Sínodo dos Bispos, na qual ilustrou com clareza as bases da explicação evolucionista contemporânea. O texto na íntegra está disponível no site da Academia . No contexto de uma reflexão "sobre as mútuas relações e compatibilidades entre o conhecimento científico e os conteúdos fundamentais da fé", Arber escolheu como exemplo de aquisições científicas essenciais a evolução do universo e a evolução da vida sobre a Terra, como "fatos científicos estavelmente verificados". O microbiologista da Universidade de Basel, que sucedeu a Nicola Cabibbo no fim de 2010, explicou ainda que as variações genéticas espontâneas e a seleção