Pular para o conteúdo principal

Por abuso de crianças, polícia de Israel prende 22 ultraortodoxos


Esses judeus representam
10% da população do país

A Polícia de Israel prendeu hoje (27 de março de 2017) 22 judeus ultraortodoxos, de 20 a 60 anos, sob a acusação de estarem abusando de crianças e mulheres em suas comunidades. 

Houve reação de outros ultraortodoxos no momento da prisão, com apedrejamento das viaturas da polícia.

As investigações apuraram que o abuso vinha se dando pelo menos havia dois anos.

O crime era de conhecimento dos integrantes das comunidades, mas ninguém alertou a polícia.

Com informação das agências.

Envio de correção.

Óculos de judeus borram visão para que não vejam mulher

Comentários

Posts mais acessados na semana

Igreja Católica da Alemanha admite que freiras forneciam crianças a padres pedófilos

Dona Religião é casada com sr. Atraso e têm vários filhos

Bolsonaro compra a novela 'Os dez mandamentos' da Record para a TV Brasil

Silas Malafaia anuncia morte de amigo pastor e não diz que a causa foi Covid-19

Transferência bilionária do Vaticano a pessoas físicas da Austrália intriga até bispos