Pular para o conteúdo principal

Valdemiro Santiago se compara a Jesus ao falar de perseguição


Pastor disse que sofre uma difamação
que ocorre há dois mil anos
O pastor Valdemiro Santiago (na ilustração), chefe da Igreja Mundial, se comparou a Jesus ao explicar por que tem sido acusado de explorar seus fieis com promessas de milagre.

“Você acredita em Jesus? Por que será que atribuíram coisas falsas a ele?”, questionou ele a reportagem da Folha de S.Paulo.

“Porque Jesus tinha sucesso”, disse.


“Se a minha igreja tivesse dez membros, você acha que eles iam se incomodar?”

A Mundial tem cerca de 4.500 templos, algumas delas no exterior.

A igreja está com dificuldades para pagar o aluguel de alguns imóveis.

Depois que o pastor sobreviveu a golpes de facão desferidos em seu pescoço por um fiel, os templos da Mundial voltaram a lotar, criando perspectiva, portanto, para a igreja, de aumento de arrecadação e recuperação financeira.

Na entrevista ao jornal, ele afirmou que não está rico porque sequer tem US$ 1 milhão.

“Quem tem é a igreja”, afirmou.

“A casa na qual moro, o carro que uso, o helicóptero em que voo, é tudo ela.”

Valdomiro só não disse que, na prática, ele é o dono da Mundial.

Com informação de Anna Virginia Balloussier.






Editor deste site
Paulo Lopes é jornalista
Trabalhou no jornal 
abolicionista Diario Popular, 
Folha de S.Paulo, revistas da
Editora Abril e em outras 
 publicações. 
Contato

POSTS MAIS LIDO EM 7 DIAS

Hospital de campanha de evangélicos em Nova York não aceita voluntários gays

Cristianismo é a religião que mais perseguiu o conhecimento científico

Vídeo: R.R. Soares manda o Covid-19 para o inferno, mas não tira a máscara do rosto