Vereadora defende Estado laico ao se recusar a ler a Bíblia



Na primeira sessão do ano, realizada no dia 17, a vereadora Thainara Faria (PT), na foto, de Araraquara (SP), comunicou aos seus colegas que não participará do rodízio para ler um trecho da Bíblia no início dos trabalhos, contrariando, assim, o regimento interno.

Thainara deu uma
lição aos vereadores
sobre laicidade
Araraquara tem cerca de 230 mil habitantes e fica a 270 km de São Paulo.

Católica e estudante de direito, Thainara é a primeira negra a ocupar uma cadeira na Câmara Municipal daquela cidade.

Ela disse que o Brasil é um Estado laico e, por isso, as entidades governamentais têm de ser neutras em relação às religiões, sem discriminar nenhuma delas.

“E se, ao invés de chamarmos o vereador para ler um trecho da bíblia, a gente chamasse um vereador para vir aqui e encarnar um caboclo e falar a palavra de outras religiões? Isso choca, né?”.

Na tribuna, Thainara disse que, se a Câmara insistir na leitura da Bíblia, ela vai defender que se leia também trechos do Corão, do evangelho africano, de livros kardecistas e da literatura ateísta.

Os vereadores ficaram surpresos com a tomada de posição de Thainara. Principalmente os evangélicos.

Com informação do siteCidade On  e de outras fontes e foto de divulgação.

Grupo de discussão no WhatsApp.



Justiça do Rio veta Lei da Bíblia porque ela desrespeita ateus

Postagens mais visitadas

90 trechos da Bíblia que são exemplos de ódio e atrocidade

Veja os 10 trechos mais cruéis da Bíblia

Trechos bíblicos cuja existência crente finge não saber

Carl Sagan escreve sobre um 'pálido ponto azul' nos cosmos, a Terra

Vicente e Soraya falam do peso que é ter o nome Abdelmassih

Gloria Perez diz não querer ampliar a voz de seus críticos