Filme faz proselitismo cristão adulterando ataque a Columbine

O filme I’m Not Ashamed (“Eu Não Me Envergonho”), que diz ser baseado em fatos reais do massacre de Columbine, mostra um dos dois jovens assassinos perguntando a uma estudante cristã, Rachel Scott, se ela, diante de uma arma, ainda acredita em Deus. Ela responde que sim e então é assassinada. Foi a primeira vítima fatal do massacre.

Militante cristã
Sadie interpretou
a protagonista
O filme está sendo acusado por ateus e críticos de cinema de usar o sangue derramado naquela ocasião para fazer proselitismo cristão, porque tal diálogo nunca ocorreu.

O próprio pai da moça, Darrell Scott, duvida do que seriam as últimas palavras de sua filha, mas confirma que ela era muito religiosa.

O filme tenta passar a mensagem de que ninguém deve se envergonhar de acreditar em Deus, mesmo em situações extremas.

Quem interpreta a moça é a atriz e militante cristã Sadie Robertson (foto).

O ataque à Columbine Highshool, no Colorado (EUA), ocorreu em 20 de abril de 1999.

Eric Harris e Dylan Klebold, antes de se suicidarem, mataram 12 alunos e um professor.

Produtores do filme sustentam sua versão com o argumento de que o questionamento foi testemunhado por um policial que estava próximo dos jovens. Mas eles não apresentaram provas que pudessem pôr fim à polêmica.

Do lado dos produtores, está Beth Nimmo, mãe de Rachel, que tem ganhado dinheiro com o seu livro “Lágrimas de Rachel”.

Depois de ter sido bloqueado no Youtube por internautas, supostamente ateus, o trailer do filme voltou a estar disponível [ver abaixo].

O filme será exibido no Brasil nos próximos meses.


       

Com informação das agências

Filme do Super-Homem faz referência ao cristianismo


Comentários

  1. O filme não trata do atentado em si mas dos dilemas vividos por uma pessoa a partir do descoberta da sua fé e da vivência dela em um ambiente secular e até hostil. O ateísmo é um proselitismo em si mesmo, tentando fazer as pessoas acreditarem que não há nenhum ser superior e para isso usam de tudo, inclusive desclassificar por meios sórdidos qualquer tipo de exposição que contrariem a sua crença... desrespeitam a mãe da menina e tudo mais... Para cada caberia uma história, inclusive aos atiradores... a partir do filme fiquei curioso e pesquisei um pouco da história... e há muitas coisas envolvida... o bulling... suscita reflexões embora seja a um filme "gospel" ... não há distorção... há uma leitura... embora haja conflitos nas falas... pois a frase também é relatada por uma vitima na biblioteca e também há que negue e afirme que a vitima apenas orava...

    ResponderExcluir
  2. 31.05.2018
    BRASIL SAVANAS. OS REPRESENTANTES PREDADORES DAS “DIRETAS JÁ” (LEÕES, HIENAS, LEOPARDOS, ETC.) E O “POVINHO” ELEITOR (GNUS, ZEBRAS, GNUS, ETC.). Você já observou, caro leitor, que a Grande Mídia Aberta Brasileira, Drogada e Prostituída (GAMADAP), jamais mostrou – nem mesmo na calada da madrugada – o festim dos leões devorando presas recém-nascidas nas savanas da África na estação de nascimento dos filhotes? Sim, bebês dos gnus, zebras, gazelas, etc. que saem do ventre de suas mães diretamente para as mandíbulas das feras? O mesmo está acontecendo há mais de trinta anos nas savanas da Republica Brasileira das “Diretas Já”, tudo sob o pano de fundo midiático da “Democracia” e do “Estado de Direito”. É, aquele “Estado de Direito”, do perdão cristão aos predadores do povo. É a “Democracia” do Estado Laico, onde a cruz ou o crucifixo fica acima do símbolo da República nos prédios dos Três Poderes. É o Brasil savana da criminalidade dos poderosos e da impunidade desses crápulas. É a “Democracia” de tipos como Paulo Preto e Gilmar Mendes. É o Estado de Direito dos predadores. Todavia, nesta greve dos dias mais recentes, ou melhor, dos últimos dias do Brasil-Pompéia, os predadores se depararam com um grupo de “Búfalos” com “B” maiúsculo. Os leões das Diretas Já tremeram na base, nervosos, apavorados corriam de um lado para outro, saltitavam inquietos e apreensivos da sala para a cozinha. Estavam com muito medo de perder a “boquinha”. Os búfalos unidos venceram. Os leões foram dormir com fome. Menos verbas para a corrupção e para as mordomias dos predadores da savana afro- brasileira. As presas unidas venceram. As demais presas (gnus, zebras, girafas, etc. se acovardaram, ficaram só olhando, do alto e de longe; e se queixando dos preços, das adulterações, da falta do combustível, das filas intermináveis e dos pesados tributos aos predadores. A conta da corrupção, da impunidade e dos privilégios leoninos na savana brasileira já está em mais R$ 5 trilhões. É algo impagável. Pelo menos não são dos predadores que irão pagar. É claro que serão dos gnus e as zebras brasileiras, aqueles dos quais “todo poder emana”. É, o famoso governo do “povo, para o povo, e pelo povo”. KKKKKKKK! KKKKKKKKK! KKKKKKKK! Na década de 1970, em pleno Regime Militar, uma anedota percorreu todo o Brasil. É mais ou menos o seguinte: “Representantes de vários povos do mundo foram se queixar para Deus pelos privilégios que Ele deu aos brasileiros. O maior país do mundo em terras cultiváveis ou agriculturáveis, país sem tornados, sem terremotos, maremotos ou tsunamis, etc. Nesse tom seguiam as lamúrias alienígenas. Até que num dado momento, o Criador do Universo, já contrariado pelo assédio dos inconformados, bradou irritado: calados, calados, calados, parem de se lamentar e observem o povinho vagabundo que eu botei lá!”. LUIS CARLOS BALREIRA. PRESIDENTE MUNDIAL DA LEGIÃO CIENTÍFICA BRASILEIRA.


    ResponderExcluir
  3. Os animais detestam se reproduzir em cativeiro. Os seres humanos, porém, assim como as ratazanas, adoram crescer e se multiplicar em cortiços, favelas e lixões a céu aberto. (L.C.Balreira).

    ResponderExcluir
  4. 21.08.2018
    GENERAL SOCIOPATA PARANOICO RENASCIDO DOS INFERNOS DIZ QUE É “IMPENSÁVEL” FECHAR A FRONTEIRA ENTRE O BRASIL E A VENEZUELA, NO ESTADO DE RORAIMA. O ministro do Gabinete de “Segurança” Institucional (GSI), general Sérgio Etchegoyen (o psicopata comunista-cristão da hora) da “insegurança nacional” perdeu totalmente o juízo e o bom senso. O canalha com sua maldita memória seletiva comunista esqueceu que a Constituição Federal fala também sobre saúde e bem-estar do povo brasileiro. “Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade (...). Senhor general, imbecilizado pelo bolchevismo estúpido e irracional, o artigo 5º fala em estrangeiros residentes, e não afirma que legiões de estrangeiros possam entrar anarquicamente para trazer as “pragas do Egito” para o Brasil. Seu grande imbecil, canalha, maldito traidor do povo brasileiro! A que ponto chegamos. Até quando vamos aturar essa corja imunda de canalhas da República Comunista-Cristã das Diretas-Já? LUIS CARLOS BALREIRA. PRESIDENTE MUNDIAL DA LEGIÃO CIENTÍFICA BRASILEIRA.

    ResponderExcluir
  5. 27.08.2018
    SERÁ QUE OS BRASILEIROS SÃO ATEUS E OS ANIMAIS ACREDITAM EM DEUS? Os mamíferos das savanas africanas parecem acreditar muito mais em Deus e no paraíso do que os humanos. Quando um predador mata um membro da família ou do grupo de presas estes não ficam chorando, gritando desesperados, tampouco rangendo os dentes. Eles ficam olhando um pouco, calmamente, enquanto os predadores ficam devorando os amigos e familiares. Poucos minutos depois disso eles seguem em frente, autoconfiantes, seguros, despreocupados, resolutos, animados. Todavia, ao contrário dos cristão, são os ateus que tem o direito de terem um medo de morte da morte, e chorarem e gritarem muito para não morrerem de forma alguma. Pois os ateus sabem que não existe Deus, nem Inferno, purgatório ou paraíso, nem porcaria nenhuma. Tão logo a morte chega, a energia elétrica para correr no nosso sistema elétrico. Talvez fique em forma de energia estática por algumas frações de segundo. Para um ateu não existirá mais nada para sempre. O ateu, coitado, não servirá para nada; nem mesmo para adubar e aguar uma árvore frutífera (já que somos 70% água). Pobre diabo, será colocado num daqueles caixões ridículos, tenebrosos, sombrios, naquele ambiente deprimente, lacrimoso, choroso, humilhante, ultrajante. Os religiosos, ao contrário, deveriam dar uma festa já que em breve se encontrarão com o Pai Eterno, sentado à sua direita, talvez, se não for comunista. Ou quem sabe estou enganado? Ultimamente vejo todos aplaudindo os mortos na hora de colocar o caixão no túmulo, e, às vezes, até mesmo cantam um samba. Depois vão para casa como um gnu, um búfalo, uma zebra, que perdeu um do grupo. Os predadores cristãos da República Comunista-Cristã das Diretas Já continuam exterminando adoidada e alopradamente os cristãos-presas, as ovelhinhas de Cristo. O ano passado foram 64 mil assassinatos, no mínimo, sem contar as vítimas da corrupção e das incompetências ligadas aos serviços públicos. De fato, estou completamente equivocado. Os brasileiros acreditam mesmo em Deus e no paraíso, de fato, e merecem o título de maior país cristão do mundo. Havia esquecido que o maior responsável por décadas de carnificinas e roubalheiras do dinheiro do povo – amicíssimo de Sérgio Cabral e aliado durante muito tempo de Michael Temer – está em primeiro lugar disparado nas pesquisas de intenções de voto. Perdoem-me, cristãos, me enganei redondamente. Retiro tudo que disse. LUIS CARLOS BALREIRA. PRESIDENTE MUNDIAL DA LEGIÃO CIENTÍFICA BRASILEIRA.

    ResponderExcluir
  6. 09.09.2018
    OS TENEBROSOS EFEITOS COLATERAIS DA FÉ CRISTÃ PLACEBÁRIA. TODOS NÓS JÁ VIMOS ESSE FILME DE TERROR MEDIEVAL. TODAVIA, OS ANALFABETOS FUNCIONAIS NÃO GOSTAM DE LER E AINDA NÃO SABEM DISSO. Depois que os cristãos se transmutaram em religião oficial do Império Romano, no ano de 380, a humanidade passaria a viver 1600 anos de terror sob o jugo tirânico e absolutista da Igreja Católica Apostólica Romana e, posteriormente, de sua coadjuvante protestante, a partir da Reforma de Martin Lutero. Imagine, caro leitor, um ambiente humano de trevas, de falta de conhecimentos científicos, de analfabetismo, ignorância, doenças, pestes, pobreza, miséria, conflitos de toda ordem, ainda pior que o Brasil das Diretas Já. Foi nesses contextos que a Igreja (formada por indivíduos que liam muito em relação aos analfabetos) se impôs pelo terror, pelas perseguições, pela espionagem (confessionários), torturas, genocídios e escravização de nativos índios e negros; pelo domínio tirânico dos Estados e nações. Mas, como o cristianismo organizado em igrejas conseguiu tudo isso? Utilizando-se do inferno, do purgatório e do paraíso, sob a égide da Bíblia, a enciclopédia romântica, psicológica, histórica e mitológica mais tentadora de todos os tempos, a qual servia com base para panaceia física e psicológica para todas as ovelhas desgarradas do mundo, para desgarrados, viciados, analfabetos, gigolôs, prostitutas, assassinos, corruptos, farsantes, fracassados; indivíduos oriundos de casamentos ou convivência conjugal e familiar conflituosa ou trágica; indivíduos traumatizados pela violência desses séculos todos e que queriam respeito da sociedade, queriam sacudir a poeira e dar a volta por cima. Essa gente precisava de um portal salvador para não enlouquecer. As igreja estavam lá, só esperando por eles, da mesma forma que as aranhas armam suas teias. O preço pago por esse curandeirismo cristão? As nações ficaram sob a tirania dogmática do clero cristão, que passou a construir punição mil vez mais diabólicas do que aquelas praticadas pelos imperadores romanos. O homossexualismo praticado por imperadores romanos e que servia de propaganda da Igreja foi substituído pela pedofilia e homossexualismo dos padres, por exemplo. As torturas dos imperadores foram substituídas pelas diabruras da Santa Inquisição, e assim por diante. As guerras e os genocídios se multiplicaram. Em suma, quem tiver alguma dúvida que leia a história. O que a Imprensa ocidental escondia ou omitia agora está tudo na Internet. No Brasil de hoje, novamente estamos sob grave risco de sermos abarcados pela tirania dogmática e funcional do cristianismo, tudo por causa de analfabetos de má índole, viciados, traumatizados de infância, traumatizados do desemprego, da violência, da corrupção, da impunidade, etc. Religião sempre foi lobo em pele de cordeiro e jamais deixará de sê-lo. Não há cura para psicopatas paranoicos ou assassinos em série. O perdão, o amor, o virar a outra face, é tudo estratégia, é tudo fake. A Igreja Universal e todas as demais denominações evangélicas do Brasil aprenderam com os erros da Igreja Católica. Essas igrejas estão cada vez mais ricas e poderosas e sua finalidade é dominar politicamente o Estado Brasileiro. Todo aquele brasileiro que já viu esse filme conhece os perigos de uma ditadura das organizações criminosas do cristianismo. A Igreja Universal não vende cadeirinhas no céu porque esse golpe já está muito manjado. Todos os estelionatos a seus fiéis ela faz de modo mais sofisticado, inteligente, aprimorado. As castas evangélicas de hoje usam os conhecimentos da psicologia científica; eles convencem em vez de vencer pelo terror, pela força bruta, por ameaças celestes, mas também terrenas, seculares de toda a ordem, como fazia a Igreja Católica. LUÍS CARLOS BALREIRA. PRESIDENTE MUNDIAL DA LEGIÃO CIENTÍFICA BRASILEIRA.








    ResponderExcluir

Postar um comentário

-------- Busca neste site