Pular para o conteúdo principal

Rússia põe na cadeia ateu que caçou Pokémons em igreja

Jovem lamentou não ter pegado o
 Pokémon mais raro de todos: Jesus
O Tribunal de Justiça de Ecaterimburgo (Urais), Rússia, determinou a detenção do blogueiro e militante ateu Ruslan Sokolovsky (foto), 22, por três meses por ele ter caçado Pokémons dentro de uma igreja ortodoxa, conforme o próprio jovem mostra em vídeo (ver abaixo).

A Justiça já tinha determinado que Sokolovsky ficasse em prisão domiciliar, mas o jovem a violou.

O vídeo mostra Sokolovsky entrando na catedral de Ekaterinburgo, onde capturou várias criaturas do joguinho virtual.

Ao sair da igreja, ele lamentou não ter pegado o mais raro Pokémon de todos: Jesus.

Ele está à disposição da Justiça, que vai julgá-lo por incitamento ao ódio e violação da liberdade religiosa.

O vídeo já foi acessado quase 1.500.000 vezes.



Com informação do Moscow Times e de outras fontes, como o Youtube.

Pokémon GO é criador de ciberdemônios, diz pastor


Comentários

Editor deste site
Paulo Lopes é jornalista
Trabalhou no jornal 
abolicionista Diario Popular, 
Folha de S.Paulo, revistas da
Editora Abril e em outras 
 publicações. 
Contato

POSTS MAIS LIDO EM 7 DIAS

Ministro de Israel que disse ser o Covid-19 castigo divino contra gay pegou o vírus

Cristianismo é a religião que mais perseguiu o conhecimento científico

Hospital de campanha de evangélicos em Nova York não aceita voluntários gays