Pular para o conteúdo principal

Justiça manda igreja deletar texto com falsidade sobre ateu

O juiz José Roberto Pivanti, da 1ª Vara Cível da Comarca de Itaperuna (RJ), determinou a retirada imediata do site da Igreja Sara Nossa Terra de texto com falsidade em relação ao escritor e militante ateu Eduardo Banks (foto).

Banks reagiu
à reprodução
de falsidade
Banks entrou com uma ação de responsabilidade civil por danos morais porque, segundo ele, a igreja, para ridicularizar sua militância ateísta, reproduziu a falsidade de que ele tinha pedido à Justiça para “mudar a lei Áurea”.

Publicado inicialmente pela Casa Publicadora das Assembleias de Deus, o texto se refere à representação de Banks ao Ministério Público para derrubar a obrigatoriedade de que as escolas públicas do Rio de Janeiro tenham um exemplar da Bíblia, com o custo disso pago pelos cofres públicos. Sem qualquer nexo, a mentira foi acrescentada ao texto.

A Justiça acabou derrubando a “Lei da Bíblia”.

A igreja já retirou do seu site o texto calunioso, mas o bispo San Thiago Rodrigues da Cunha disse que vai recorrer da sentença. Ele não aceita fazer acordo com o ateu.

Até recentemente, a Igreja Sara Nossa Terra era frequentada por Eduardo Cunha, deputado que foi cassado pela Câmara por ter dinheiro sujo no exterior.

Com informação da ação e de outras fontes e foto cedida por Banks.

TJ-RJ derruba lei que permitia uso de escolas por igrejas

Comentários

Post mais lidos nos últimos 7 dias

90 trechos da Bíblia que são exemplos de ódio e atrocidade

Veja 14 proibições das Testemunhas de Jeová a seus seguidores

Veja os 10 trechos mais cruéis da Bíblia

Terraplanista vai a Noruega, vê o sol da meia-noite e admite que a Terra é redonda

Bíblia tem mais de 2,5 milhões de mortes em nome de Deus

Contar o número de deuses é difícil porque são muitos, dezenas de milhares, milhões

Ministro 'terrivelmente' evangélico decide que financiar monumento religioso é constitucional

Trechos bíblicos cuja existência crente finge não saber

Igrejas católicas alemãs estão sendo derrubadas. É a demolição da própria religião

Padre autor do mosaico de Aparecida é acusado de invocar a Trindade para ter sexo a três