Na Holanda, refugiados terão de aceitar valores ocidentais

Muçulmanos vão ter de aceitar por
 escrito a igualdade entre homem e mulher 
A partir de 2017, o governo de centro-esquerda da Holanda vai exigir por escrito dos refugiados muçulmanos adesão aos valores ocidentais.


Valores como separação entre Estado e Igreja, liberdade de crença e expressão e tratamento igualitário entre homens e mulheres.

O rei Guilherme Alexandre disse: “Qualquer um que tenha a intenção de morar em nosso país vai ter de respeitar isso”.

Quem desrespeitar o compromisso, tchau.

Com informação das agências

Doze destaques sobre como o Islã reduz as mulheres a nada


Comentários

EDITOR DESTE SITE



Paulo Lopes é jornalista profissional diplomado.
Trabalhou no jornal centenário abolicionista
Diário Popular, Folha de S.Paulo, revistas da
Editora Abril e em outras publicações.