Pular para o conteúdo principal

Muçulmanos degolam padre, e papa isenta a religião por isso


Francisco fala sobre a sua visão de mundo
Ao falar sobre o padre degolado por dois terroristas na França, o papa Francisco reconheceu que o mundo estava em guerra, mas a religião não tem nada com isso.

Mas os terroristas eram islâmicos e mataram em nome de “Alá, o Grande”.

Para o papa, a guerra é por dinheiro, por recursos naturais, por dominação dos povos.

Sim, mas há também uma guerra sangrenta por dominação religiosa em algumas regiões do mundo, ainda que Francisco finja não saber.

Com informação das agências

Como  é possível o Islã ser da paz se o Corão incita a violência?  




Post mais lidos nos últimos 7 dias

90 trechos da Bíblia que são exemplos de ódio e atrocidade

Mescla da política e religião intimida ateus no Brasil. E defendê-los e defender a razão

Deputado estadual constrói capela em gabinete. Ele pode?

Fé de pais TJs não supera direito à vida de um bebê, decide juíza

Como as memórias são armazenadas em nosso cérebro?

Veja 14 proibições das Testemunhas de Jeová a seus seguidores

Ateu manda recado a padre preconceituoso de Nova Andradina: ame o próximo

No noticiário, casos de pastores pedófilos superam os de padres

Marcha para Jesus se tornou palanque para candidatos da extrema direita