Pular para o conteúdo principal

Evangélico é quase linchado por suspeita de furto em basílica

Linchamentos são
frequentes no país
do 'amor ao próximo'
Um grupo de pessoas por pouco não linchou o zelador W.O.S., 37, por ele ser suspeito de ter furtado dentro de uma igreja uma sacola de uma freira. Se a polícia não chegasse a tempo, os cristãos fariam justiça com as próprias mãos.

O suposto furto ocorreu em Recife (PE), na Basílica da Penha, que fica no centro da cidade.

O suspeito negou à polícia que tinha sido o autor do crime. Alegou que, por ser  evangélico, ele não comete esse tipo de pecado, desde 2004, quando esteve preso por furto.

Mas a sacola estava com ele, de acordo com testemunhas.

Por temer represália, a freira não autorizou a publicação do seu nome e nem permitiu que seu rosto fosse fotografado.

Informou que tinha deixado a sacola em cima do altar e que nela havia um celular, aparelho auditivo, Bíblia e chaves da igreja.

Embora a maioria da população brasileira siga uma crença que prega ao amor ao próximo, os linchamentos são corriqueiros no país. Até uma apresentadora de TV, a evangélica Rachel Sheherazade, já disse que acha “compreensível” esse tipo de violência.

Com informação das agências.





Discurso de Sheherazade prospera: crescem as chacinas

Comentários

POSTS MAIS LIDO EM 7 DIAS

Romualdo Panceiro cria a Igreja das Nações para concorrer com a Universal

Pastor diz que máscara é ‘frescurite’; fiel idosa e marido morrem de Covid-19

Maitê recupera pensão de solteira apesar de união com empresário







EDITOR DESTE SITE
Paulo Lopes é jornalista.Trabalhou
no jornal abolicionista Diario Popular,
Folha de S.Paulo, revistas da
Editora Abril e outras publicações.

Contato