Menina de 12 anos se enforca para ficar com seu pai no céu


Maria Kisko
Maria deixou bilhete 
pedindo à sua mãe que
 não ficasse triste

Maria Kisko (foto), 12, de Leszno, na Polônia, se matou porque queria ir para o céu, onde acreditava estar o seu pai, morto em 2009 de um ataque cardíaco.

Monika, 35, a mãe, encontrou a menina enforcada em seu quarto. A mãe tinha ido ao quarto para ler uma história de modo a ajudar a filha a dormir.


Maria deixou o seguinte bilhete: “Querida mamãe, por favor, não fique triste, é que eu sinto muito a falta do papai, e quero vê-lo novamente”.

A menina nunca se conformou com a morte de seu pai, Arek, como somente agora, depois do suicídio, se soube. Além da mãe, ela deixou um irmão de 13 anos, Michal.

Monika lamentou a perda do marido e agora da filha. Disse que vai dar forças para viver é cuidar de seu filho. .

Arek morreu
 em  2009
Afirmou que Maria nunca demonstrou ter tanto sofrimento com a falta do pai, assunto sobre o qual a menina nunca falou. “Ela parecia feliz e não tinha problema na escola”, disse Monika.

A religião majoritária na Polônia é a católica, que prega a ideia da existência do céu, lugar onde ninguém sofre e para onde vão os não pecadores quando morreram.

No cristianismo primitivo, havia fiéis que se matava de modo a irem logo para o céu, até que a Igreja Católica passou a considerar o suicídio como pecado. Pelo dogma cristão, quem se mata não vai para o céu.

Com informação do Daly News, entre outras fontes.


No México, menina se mata por achar que iria ressuscitar

Pastor afirma que morreu, falou com Jesus Cristo e ressuscitou

Cristã morre após jejum de um mês à espera de 'enviado divino'




Condenada a mãe que matou de fome filho por ele não falar ‘amém’

A responsabilidade dos comentários é de seus autores.


Comentários

  1. Os católicos nem permite a pessoa ir para o parais por conta própria! Isso é triste mas ao mesmo tempo bizarro.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Busca neste site